/blog/blindagem patrimonial/

 (11) 3340.6655     (11) 95636.4873     contato@pigatti.com.br      Cliente
    
  
Blindagem patrimonial: seus bens pessoais seguros
escrito em 4 de fevereiro de 2020

Num mercado de trabalho competitivo, é fácil ir deixando o tempo correr e não se atentando ao fato de que, antes de ser uma empresa, você é uma pessoa física. Para se manter em constante crescimento, é preciso também estar atento à cuidar do que já foi conquistado. É aí que entra a chamada blindagem patrimonial, uma prática de natureza jurídica e tributária que protege o patrimônio pessoal de empresários, sócios ou investidores a fim de evitar problemas que possam acometer a empresa: dívidas, indenizações e recuperações judiciais, por exemplo.

 

Esse recurso só é válido se a empresa já não tenha sido citada em processo de Cumprimento de Sentença, Execução cível, fiscal, trabalhista ou previdenciária. Nesse caso, as ações de blindagem patrimonial de forma preventiva são absolutamente legais. Mas se torna ilegal se tem o objetivo de fraudar credores, afastando a responsabilização pelo pagamento de dívidas, ou seja, a realização de atos posteriores à citação válida em processo de execução. Basicamente, o empresário continua pagando os impostos e dívidas, mas se surgir uma crise na empresa dele, a casa e os bens que ele conquistou até aquele momento, não serão perdidos em regra.

 

Como funciona a blindagem patrimonial?

Existem várias maneiras de constituir uma blindagem patrimonial. Uma delas é quando o proprietário blinda o imóvel que é utilizado por sua família, tornando-o impenhorável – de acordo com o artigo 1º da Lei nº8.009/90. No entanto, a instituição de bem de família deve ser feita preventivamente, com a averbação no registro de imóveis ou posterior ao surgimento das dívidas, o que dependerá de julgamento pelo Poder Judiciário.

 

Em relacionamentos, há a possibilidade de um contrato de namoro, feita por escritura pública, com cláusulas básicas, no qual os envolvidos assumem que não têm a intenção de constituir família, afastando o direito de reivindicar na Justiça o patrimônio constituído durante a relação. Se o relacionamento evoluir para uma união estável ou casamento, prevalecerão as regras do novo contrato, que deverão firmar publicamente. A partir daí pode-se constituir o casamento no regime da separação total de bens, afastando a possibilidade de divisão do patrimônio em caso de divórcio, bem como afastando a responsabilização por dívidas contraídas por um dos cônjuges.

 

Holdings: empresas patrimoniais

O mais comum, no entanto, é que seja constituído as chamadas holdings patrimoniais, por meio de sociedades limitadas, EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) e/ou por ações. Esse método de blindagem patrimônio possui alta eficácia e pode trazer vantagens tributárias, fiscais, sucessórias e econômicas, além de reduzir a burocracia na transferência de bens. Na holding familiar, todo o patrimônio — como o conjunto de imóveis — é reunido e integralizado sob figura jurídica. Por ser uma personalidade jurídica diferente, elas acabam protegendo os bens do proprietário caso algum problema atinja a pessoa física.

 

Diferente das sociedades empresariais em que cada sócio tem porções distintas entre si, quando uma holding familiar é criada, o patrimônio passa a ser dividido em cotas. Essa modalidade tende a evitar problemas quando há desigualdade entre o número de sócios e a quantidade de ativos: três imóveis de grande porte para dois sócios/herdeiros. É possível, ainda, estabelecer o usufruto em favor dos doadores com cláusulas restritivas de impenhorabilidade, incomunicabilidade (impede que o bem recebido integre o patrimônio que irá se comunicar com o do cônjuge) e reversão. Com isso, os doadores podem fazer a gestão de todo o patrimônio, sendo obrigatória a aprovação destes em decisões posteriores, sob pena de nulidade.

 

Contabilidade na blindagem patrimonial

Para a blindagem patrimonial estar em pleno acordo com a legislação vigente, e embora, não haja fórmula pronta que sirva para todos os casos, é preciso fazer um levantamento detalhado de diversos aspectos antes da constituição de uma holding familiar. O patrimônio é só o primeiro deles, pois o regime de casamento dos sócios, processos judiciais em curso, dívidas existentes, além de conflitos de interesses entre familiares devem ser levados em conta. É preciso fazer um planejamento financeiro, tributário e sucessório adequado e nesse processo, uma contabilidade de qualidade faz toda a diferença.

 

Mesmo que seja um dispositivo legal e estratégico para a administração do patrimônio total de uma família, sua administração é minuciosa e não pode haver erros, sob risco de punição do fisco. Assim, ter à disposição uma consultoria especializada em blindagem patrimonial pode fazer toda a diferença nesse processo, facilitando a gestão pelos herdeiros e garantindo um futuro financeiro saudável para a sua família. A Pigatti Consultoria pode ser a solução ideal para o seu caso! Entre em contato para saber mais!

 

ESCRITO POR: Fernando Pigatti

Líder na Pigatti. Ajudando os donos de negócios do Brasil!


voltar
{"continue":{"imcontinue":"863467|LocationAsia.png","grncontinue":"0.060442664115|0.060442664115|0|0","continue":"grncontinue||revisions"},"warnings":{"main":{"*":"Subscribe to the mediawiki-api-announce mailing list at for notice of API deprecations and breaking changes. Use [[Special:ApiFeatureUsage]] to see usage of deprecated features by your application."},"revisions":{"*":"Because \"rvslots\" was not specified, a legacy format has been used for the output. This format is deprecated, and in the future the new format will always be used."}},"query":{"pages":{"1278483":{"pageid":1278483,"ns":0,"title":"Brasilprev Seguros e Previd\u00eancia S.A.","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Empresa|nome_empresa=Brasilprev|logo=[[Imagem:Brasilprev Logo.jpg|thumb|]]|logo_tamanho=100px|razao_social=Brasilprev Seguros e Previd\u00eancia S/A.|tipo=Empresa de Seguros e Previd\u00eancia|sede=Rua Alexandre Dumas, 1671|produtos=Planos de Previd\u00eancia PGBL Planos de Previd\u00eancia VGBL|website=www.brasilprev.com.br}}\n\nA '''Brasilprev Seguros e Previd\u00eancia S.A.''' \u00e9 uma empresa de [[Previd\u00eancia complementar|Previd\u00eancia Complementar]] Aberta do [[Banco do Brasil]] em associa\u00e7\u00e3o com o [[Principal Financial Group]], criada em [[1993]].\n\nPossui duas modalidades de planos: o [[PGBL]] (Plano Gerador de Benef\u00edcio Livre) e o [[VGBL]] (Vida Gerador de Benef\u00edcio Livre). Al\u00e9m dos planos individuais, possui planos para menores (0 a 21 anos) e planos empresariais. http://www.brasilprev.com.br/institucional/index.asp\n\n==Notas e refer\u00eancias==\n\n\n{{esbo\u00e7o-empresa}}\n\n{{Banco do Brasil}}\n[[Categoria:Previd\u00eancia do Brasil]]\n[[Categoria:Seguradoras do Brasil]]\n[[Categoria:Subsidi\u00e1rias do Banco do Brasil]]"}]},"802730":{"pageid":802730,"ns":0,"title":"Dissec\u00e7\u00e3o","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{sem-fontes|data=junho de 2010}}\nA '''dissec\u00e7\u00e3o''' na \u00e1rea da anatomia humana \u00e9 o ato de explorar o corpo humano, ou seja atrav\u00e9s de cortes possibilitar a visualiza\u00e7\u00e3o anat\u00f4mica dos \u00f3rg\u00e3os e regi\u00f5es que existem no corpo humano e assim possibilitar o seu estudo. Atrav\u00e9s de muitos estudos de dissec\u00e7\u00e3o foi poss\u00edvel identificar e melhorar a \u00e1rea m\u00e9dica, atrav\u00e9s de conhecimentos b\u00e1sicos como a localiza\u00e7\u00e3o de vasos, nervos, ossos, m\u00fasculos, com suas origens e inser\u00e7\u00f5es. Sem d\u00favida o ato de dissecar \u00e9 muito importante e utilizado at\u00e9 hoje nos cursos de medicina. No [[Brasil]] ainda h\u00e1 muita dificuldade em conseguir cad\u00e1veres para o estudo, j\u00e1 em outros pa\u00edses como [[Bol\u00edvia]], onde residem e estudam muitos estudantes de medicina brasileiros, j\u00e1 \u00e9 mais f\u00e1cil.\n\n{{esbo\u00e7o-anatomia}}\n\n[[Categoria:Anatomia]]"}],"images":[{"ns":6,"title":"Ficheiro:Farm-Fresh brain trainer.png"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Question book.svg"}]},"3689628":{"pageid":3689628,"ns":0,"title":"Totobola (Portugal)","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"O\u00a0Totobola\u00a0\u00e9 um jogo de apostas m\u00fatuas desportivas, baseado em progn\u00f3sticos para resultados de jogos de [[futebol]]. Foi criado pelo Decreto-Lei n\u00ba 43777/1961, de 3 de Julho, em que a responsabilidade da sua gest\u00e3o foi atribu\u00edda \u00e0 [[Santa Casa da Miseric\u00f3rdia de Lisboa]], e com o objectivo de financiar os servi\u00e7os de reabilita\u00e7\u00e3o de deficientes f\u00edsicos e, simultaneamente, de gerar receitas para as modalidades desportivas. O primeiro concurso teve lugar a [[24 de Setembro]] de [[1961]].\n\nS\u00e3o 13 jogos base em cada coluna, nos quais se prognostica o resultado de vit\u00f3ria \"1\", empate \"X\" ou derrota \"2\" da equipa visitada, um 14.\u00ba jogo, denominado \"Super 14\", no qual se prognosticam os golos marcados por cada uma das duas equipas, zero \"0\", um \"1\" ou mais golos \"M\".Inicialmente, os progn\u00f3sticos diziam respeito a 13 jogos de futebol. Entre 11 de Junho de 2001 e 18 de Janeiro de 2004 os progn\u00f3sticos passaram a dizer respeito a 14 jogos. Desde 19 de Janeiro de 2004, voltaram a ser 13 jogos de futebol e incluiu-se o Super 14, a fim de diminuir o n\u00famero de totalistas e aumentar a possibilidade de jackpots.\n\nAs apostas simples agrupam-se em pares de colunas e preenchem-se com a marca\u00e7\u00e3o de um s\u00f3 progn\u00f3stico por jogo. O progn\u00f3stico do jogo \"Super 14\" \u00e9 sempre simples, n\u00e3o admitindo m\u00faltiplas, e \u00e9 \u00fanico por bilhete.\n\n\u00a0A aposta no Joker \u00e9 facultativa, assinalada no espa\u00e7o pr\u00f3prio, s\u00f3 se tornando efectiva com a validade das apostas no Totobola.\n\nJACKPOTS do TotoBola\n\nOs montantes adstritos ao 1.\u00ba pr\u00e9mio base (13 acertos) e ao pr\u00e9mio do \"Super 14\", quando n\u00e3o escrutinados, acumulam para o pr\u00e9mio do \"Super 14\" do concurso subsequente, seja ele normal ou extraordin\u00e1rio.\n\nJOGOS DE RESERVA do Totobola\n\nOs jogos de reserva substituem os jogos da matriz apenas quando se verificar altera\u00e7\u00e3o de data e/ou hor\u00e1rio dos jogos do elenco, e quando o conhecimento dessa altera\u00e7\u00e3o seja pr\u00e9vio ao in\u00edcio do per\u00edodo de registo das apostas. Se j\u00e1 estiver a decorrer o per\u00edodo de registo, o resultado dos jogos alterados ser\u00e1 conhecido por sorteio p\u00fablico.\n\n==Ver tamb\u00e9m==\n*[[Santa Casa da Miseric\u00f3rdia de Lisboa]]\n*[[Totoloto]]\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n{{esbo\u00e7o-apostas}}\n\n[[Categoria:Loterias]]\n[[Categoria:Santa Casa da Miseric\u00f3rdia de Lisboa]]\n[[Categoria:Loterias de Portugal]]"}]},"5298288":{"pageid":5298288,"ns":0,"title":"Quinto F\u00e1bio Bute\u00e3o","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"'''Quinto F\u00e1bio Bute\u00e3o''' ({{lang-la|''Quintus Fabius Buteo''}}) foi um [[magistrado romano]] da [[gente (Roma Antiga)|gente]] [[patr\u00edcio romano|patr\u00edcia]] dos [[F\u00e1bios]] e conhecido por seu papel na [[Revolta Ib\u00e9rica de 197-195 a.C.]].\n\n== Carreira ==\nF\u00e1bio foi eleito [[pretor]] em 196 a.C. e recebeu o governo da [[prov\u00edncia romana|prov\u00edncia]] da [[Hisp\u00e2nia Ulterior]], na \u00e9poca uma regi\u00e3o conflagrada por uma revolta{{citar peri\u00f3dico |sobrenome=Nolla |nome=Josep M. |t\u00edtulo=La campanya de m. p. cat\u00f3 a emp\u00faries el 195 a.c. Algunes consideracions |jornal=Revista Girona |url=http://www.raco.cat/index.php/RevistaGirona/article/viewFile/82091/106702| l\u00edngua=espanhol}}. Substituiu [[Marco H\u00e9lvio Blasi\u00e3o]] no cargo e comandou uma [[legi\u00e3o romana|legi\u00e3o]], {{fmtn|2000}} soldados e 150 cavaleiros[[L\u00edvio]], ''[[Ab Urbe Condita libri|Ab Urbe Condita]]'' 33, 26, 1-5.. Foi sucedido por [[\u00c1pio Cl\u00e1udio Nero]].\n\n{{Refer\u00eancias}}\n\n=== Bibliograf\u00eda ===\n{{refbegin}}\n* {{citar livro |sobrenome=Mart\u00ednez G\u00e1zquez |nome=Jos\u00e9 |t\u00edtulo=La campa\u00f1a de Cat\u00f3n en Hispania |url=http://books.google.es/books?id=JUGTz_7YXDAC&pg=PA13&lpg=PA13&dq=Cat%C3%B3n+Hispania&source=bl&ots=r2RFWgdmSX&sig=iCTaWzaphuDioEMb5mPse44XReA&hl=es&sa=X&ei=iJ7FU8qFFqHiywPG-YEw&ved=0CFEQ6AEwBw#v=onepage&q=Cat%C3%B3n%20Hispania&f=false |edi\u00e7\u00e3o=1974 |ano=1992 |editora=Universidad de Barcelona. Publicaciones y Ediciones |local=Barcelona |isbn=84-7875-980-8 | l\u00edngua = espanhol}}\n{{refend}}\n\n{{DEFAULTSORT:Buteo, Quintus Fabius}}\n[[Categoria:Romanos antigos do s\u00e9culo II a.C.]]\n[[Categoria:Romanos antigos do s\u00e9culo III a.C.]]\n[[Categoria:Pretores da Rep\u00fablica Romana]]\n[[Categoria:Fabii]]\n[[Categoria:Governadores romanos da Hisp\u00e2nia]]\n[[Categoria:Ano de nascimento desconhecido]]\n[[Categoria:Nascidos no s\u00e9culo III a.C.]]\n[[Categoria:Ano de morte desconhecido]]\n[[Categoria:Mortos no s\u00e9culo II a.C.]]"}]},"863467":{"pageid":863467,"ns":0,"title":"Demografia do Uzbequist\u00e3o","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"[[File:Tajiks of Uzbekistan.PNG|thumb|right|270px|Distribui\u00e7\u00e3o de tajiques no Uzbequist\u00e3o]]\nA popula\u00e7\u00e3o do [[Uzbequist\u00e3o]] \u00e9 a mais numerosa dentre as antigas rep\u00fablicas sovi\u00e9ticas da [[\u00c1sia central]]. \n \nMais de 60% da popula\u00e7\u00e3o vive em \u00e1reas rurais. Os n\u00facleos urbanos se concentram na metade oriental, no [[Vale de Fergana]] e ao longo dos principais rios. H\u00e1 tamb\u00e9m pequenos assentamentos no [[Deserto de Kyzylkum]]. [[Tashkent]], a capital, \u00e9 a maior capital da \u00c1sia central \n \nO \u00edndice de crescimento demogr\u00e1fico \u00e9 de 1,6% ao ano. Quase todos os habitantes (99%) com mais de 15 anos s\u00e3o alfabetizados \n \n*'''Ranking IDH''': 107\u00b0 \n*'''Expectativa de vida''':69,5 anos \n\n\n*'''Grupos \u00e9tnicos''': uzbeques 80%, russos 5.5%, tajiques 5%, coreanos 4.7%, cazaques 3%, karakalpak 2.5%, t\u00e1rtaros 1.5%, outros 2.5%\n\n*'''Religi\u00e3o''': N\u00e3o h\u00e1 religi\u00e3o oficial. [[Isl\u00e3o|Islamismo]] 88% (maioria de [[sunitas]]), [[Igreja Ortodoxa]] 9%, outros 3% (incluindo alguns [[budismo|budistas]]).\n\n*'''Idiomas''': [[l\u00edngua uzbeque|uzbeque]] (oficial), [[l\u00edngua russa|russo]] e [[l\u00edngua tajique|tajique]]\n\n{{Uzbequist\u00e3o/T\u00f3picos}}\n{{Demografia da \u00c1sia}}\n\n[[Categoria:Demografia do Uzbequist\u00e3o| ]]"}]},"1366010":{"pageid":1366010,"ns":0,"title":"Sundamys muelleri","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{semimagem-taxo}}\n{{Info/Taxonomia\n| cor = pink\n| nome = ''Sundamys muelleri''\n| estado = LR/lc\n| reino = [[Animalia]]\n| filo = [[Chordata]]\n| classe = [[Mammalia]]\n| ordem = [[Rodentia]]\n| fam\u00edlia = [[Muridae]]\n| g\u00e9nero = ''[[Sundamys]]''\n| esp\u00e9cie = '''''S. muelleri'''''\n| binomial = ''Sundamys muelleri''\n| binomial_autoridade = Jentink, 1879\n| mapa = Sundamys muelleri distribution.png\n| sin\u00f3nimos = }}\n'''''Sundamys muelleri''''' \u00e9 uma [[esp\u00e9cie]] de [[roedor]] da [[Fam\u00edlia (biologia)|fam\u00edlia]] [[Muridae]].\n\nPode ser encontrada nos seguintes pa\u00edses: [[Indon\u00e9sia]], [[Mal\u00e1sia]], [[Myanmar]], [[Filipinas]] e [[Tail\u00e2ndia]].\n\n==Refer\u00eancias==\n* {{((en))}} Baillie, J. 1996. [http://apiv3.iucnredlist.org/api/v3/website/Sundamys%20muelleri Sundamys muelleri]. [http://www.iucnredlist.org 2006 IUCN Red List of Threatened Species. ] Dados de 9 de Julho de 2007.\n\n{{esbo\u00e7o-roedor}}\n\n[[Categoria:Sundamys]]\n[[Categoria:Esp\u00e9cies descritas em 1879]]"}]},"2817681":{"pageid":2817681,"ns":0,"title":"Gilles De Bilde","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{mais fontes|este artigo|data=julho de 2010}}\n{{Info/Futebolista\n |nome = Gilles De Bilde\n |imagem = Gilles de bilde-1478745037.jpg\n|imagem_tamanho = 250px\n |imagem_legenda = \n |nomecompleto = \n |apelido = \n |nascimento_data = {{dnibr|9|6|1971}}\n |nascimento_cidade = [[Zellik]]\n |nascimento_pa\u00eds = \n |nacionalidade = {{BEL}}\n |morte_data = \n |morte_cidade = \n |morte_pa\u00eds = \n |altura = \n |peso = \n |p\u00e9 = \n |posi\u00e7\u00e3o = \n |jovemanos = \n |jovemclubes = \n |ano = \n |clubes = \n |jogos(golos) = \n |anoselecao = \n |selecaonacional = {{BELf}}\n |partidasselecao = \n}}\n'''Gilles De Bilde''' (Zellik, [[9 de junho]] de [[1971]]) \u00e9 um ex-[[futebolista]] [[Belgas|belga]].{{citar web|url = https://www.transfermarkt.com/transfermarkt/profil/spieler/12061 |t\u00edtulo = Gilles De Bilde |publicado = [[Transfermarkt]] |l\u00edngua = en |acessodata = 20 de dezembro de 2019}}\n\n== Refer\u00eancias ==\n\n\n{{Sele\u00e7\u00e3o Belga de Futebol de 2000}}\n{{PSV Eindhoven}}\n{{Esbo\u00e7o-futebolistabel}}\n{{Portal3|Futebol|B\u00e9lgica}}\n{{NM|1971|VIVA|Bilde, Gilles}}\n\n[[Categoria:Futebolistas da B\u00e9lgica]]\n[[Categoria:Futebolistas do Royal Sporting Club Anderlecht]]\n[[Categoria:Futebolistas do Sheffield Wednesday Football Club]]\n[[Categoria:Futebolistas do Aston Villa Football Club]]\n[[Categoria:Futebolistas do PSV Eindhoven]]\n[[Categoria:Futebolistas do Lierse SK]]\n[[Categoria:Jogadores da Sele\u00e7\u00e3o Belga de Futebol]]\n[[Categoria:Jogadores da Eurocopa de 2000]]"}]},"3727306":{"pageid":3727306,"ns":0,"title":"Filosofia univ\u00e9rsica","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Sem-fontes|data=agosto de 2012| angola=| arte=| Brasil=| ci\u00eancia=| geografia=| m\u00fasica=| Portugal=| sociedade=|1=|2=|3=|4=|5=|6=}}\nA filosofia univ\u00e9rsica \u00e9 atribu\u00edda ao fil\u00f3sofo [[Huberto Rohden]]. Segundo tal filosofia, o universo \u00e9 dividido em duas entidades, o UNO e o VERSO. Sendo o UNO causa prim\u00e1ria e o VERSO manifesta\u00e7\u00e3o do UNO.\n\n\n{{esbo\u00e7o-filosofia}}"}]},"6088302":{"pageid":6088302,"ns":0,"title":"Sport Club Curupaity","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Clube de futebol\n |img = Curupaity.png\n |res_img = 120px\n |nome = Sport Club Curupaity\n |nomeabrev = Curupaity\n |alcunhas = \n |torcedor = \n |mascote = \n |fundadoem = {{Dtlink|13|06|1914|idade}}\n |extintoem = {{Dtlink|||1928|}}\n |est\u00e1dio = \n |capacidade_num =\n |capacidade_ref = \n |local = [[Rio de Janeiro]], [[Brasil]]\n |propriet\u00e1rio = \n |presidente = \n |treinador = \n |patrocinio = \n |material = \n |rival = \n |liga = \n |rankingnac = \n |current = \n |site = \n | modelo = \n | skin_be1 = \n | skin1 = \n | skin_bd1 = \n | skin_cal\u00e7\u00e3o1 = \n | skin_meia1 = \n | bra\u00e7oesquerdo1 = \n | corpo1 = \n | bra\u00e7odireito1 = \n | cal\u00e7\u00f5es1 = \n | meias1 = \n\n | skin_be2 = \n | skin2 = \n | skin_bd2 = \n | skin_cal\u00e7\u00e3o2 = \n | skin_meia2 = \n | bra\u00e7oesquerdo2 = \n | corpo2 = \n | bra\u00e7odireito2 = \n | cal\u00e7\u00f5es2 = \n | meias2 = \n\n | skin_be3 = \n | skin3 = \n | skin_bd3 = \n | skin_cal\u00e7\u00e3o3 = \n | skin_meia3 = \n | bra\u00e7oesquerdo3 = \n | corpo3 = \n | bra\u00e7odireito3 = \n | cal\u00e7\u00f5es3 = \n | meias3 = \n}}\n\n'''Sport Club Curupaity''' foi uma agremia\u00e7\u00e3o esportiva da cidade do [[Rio de Janeiro]]. {{citar web|url=https://futebolnacional.com.br/infobol/teamdetails.jsp?code=D7FAF96A8CB927AAE2268331E21AABA3|titulo=Curupaity/RJ |autor=Gerson Rodrigues Magalh\u00e3es |data= |l\u00edngua= |publicado=Futebol Nacional |acessodata=2019-09-22}}\n\n== Hist\u00f3ria ==\n\nO nome Curupaiti vem do Tupi-guarani, que pode significar: \"a \u00e1gua do angico (curupa\u00ed+ti)\" ou \"lugar abundante em angicos (curupa\u00ed+ti [ba])\". O clube disputou o [[Campeonato Carioca de Futebol de 1928 (LMDT)|Campeonato Carioca de 1928]].{{Citar web|url = http://www.rsssfbrasil.com/tablesr/rj1928.htm|t\u00edtulo = Rio de Janeiro Championship 1928|publicado = RSSSF Brasil|acessodata = 23 de dezembro de 2016}}{{citar web|url=https://futebolnacional.com.br/infobol/retrospect.jsp?code=D7FAF96A8CB927AAE2268331E21AABA3&lang=pt_br |titulo=Retrospecto do Curupaity/RJ |autor=Gerson Rodrigues Magalh\u00e3es |data= |l\u00edngua= |publicado=Futebol Nacional |acessodata=2019-09-22}}{{Citar web|url = http://paginasheroicasdigitais.com.br/blog/os-campeoes-cariocas-dos-pobres/|t\u00edtulo = Os campe\u00f5es cariocas dos pobres|publicado = |acessodata = 23 de dezembro de 2016}}\n\nEm 1918, o Sport Club Curupaity, juntamente com o Combinado Humayt\u00e1; Aymor\u00e9 FC; Sport Club Emula\u00e7\u00e3o; Benjamin Constant AC; Paysandu AC; Leme AC e Pedro Ivo FC, fundaram a Liga Sportiva Carioca (LSC). O clube chegou a golear o [[Fluminense Football Club]] por 9x2.\n\n== Estat\u00edsticas ==\n=== Participa\u00e7\u00f5es ===\n{| class=\"wikitable\"\n|- align=\"center\" bgcolor=\"#f5f5f5\"\n| width=\"200\" |'''Competi\u00e7\u00e3o'''\n| width=\"100\" |'''Temporadas'''\n| width=\"200\" |'''Melhor campanha'''\n| width=\"70\" |'''{{Tooltip|Estreia|Primeira participa\u00e7\u00e3o}}'''\n| width=\"70\" |'''{{Tooltip|\u00daltima|\u00daltima participa\u00e7\u00e3o}}'''\n| width=\"40\" |'''{{Tooltip|P|Promo\u00e7\u00f5es}}''' {{increase}}\n| width=\"40\" |'''{{Tooltip|R|Rebaixamento}}''' {{decrease}}\n|- align=\"center\"\n| [[Campeonato Carioca de Futebol|Campeonato Carioca ]] ||| '''1''' || align=\"left\"|''Desconhecido ([[Campeonato Carioca de Futebol de 1928 (LMDT)|1928]])'' || [[Campeonato Carioca de Futebol de 1928 (LMDT)|1928]] || [[Campeonato Carioca de Futebol de 1928 (LMDT)|1928]] || '''\u2013''' || '''\u2013'''\n|}\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n{{Esbo\u00e7o-clubefutbra}}\n{{Futebol do Rio de Janeiro}}\n\n{{DEFAULTSORT:Curupaity Sport Club}}\n[[Categoria:Clubes de futebol extintos da cidade do Rio de Janeiro]]\n[[Categoria:Clubes de futebol fundados em 1914]]\n[[Categoria:Clubes de futebol extintos em 1928]]"}]},"549866":{"pageid":549866,"ns":0,"title":"T\u00fapac Yupanqui","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Nobre\n| nome = T\u00fapac Yupanqui
Tupaq Inka Yupanki\n| t\u00edtulo = [[Imagem:Viracocha.jpg|30px]]
'''10\u00ba [[Imp\u00e9rio Inca|Inca]] de [[Cusco]]'''\n| imagem = Inca tupac yupanqui.jpg\n|nascimento = {{dni|||1441|si}}\n|nascimento_local = [[Cusco]]\n|morte = {{morte|||1493|||1441}}\n|morte_local = [[Chinchero (distrito)|Chinchero]]\n| casa = Hanan Cuzco\n| reinado = [[1471]] - [[1493]]\n| predecessor = [[Pachacuti]]\n| sucessor = [[Huayna Capac]]\n| pai = [[Pachacuti]]\n| m\u00e3e = Mama Anahuarque\n| consorte = Mama Ocllo Coya\n| descend\u00eancia = [[Huayna Capac]]\n}}\n'''T\u00fapac Yupanqui''' (Qu\u00edchua: ''Tupaq Inka Yupanki'', [[1441]] - [[1493]]), um dos \u00faltimos governantes foi d\u00e9cimo [[Imperador inca|Sapa Inca]] e o 2\u00ba Inca do [[Imp\u00e9rio Inca |Tawantinsuyu]]. Sendo o sucessor de [[Pachacuti]]. Ele assumiu o co-reinado provavelmente entre os 25 e 30 anos (entre [[1466]] e [[1471]]). Em seguida, ap\u00f3s a morte de seu pai, passou a controlar absolutamente o poder, nesta \u00e9poca devia ter pouco mais que 30 anos. Governou de [[1471]] at\u00e9 sua morte, em [[1493]].\n\n== Vida ==\nInicialmente, ''Pachacuti'' escolheu como seu sucessor seu primog\u00eanito ''Amaru Inca Yupanqui'', mas este era muito pacato e bondoso. Tais atitudes fizeram ''Pachacuti'', mudar a escolha e nomeou como seu sucessor seu outro filho, ''Tupac Yupanqui''. '' Pedro Sarmiento de Gamboa'',[https://books.google.com.br/books?id=D3hpAwAAQBAJ&pg=PA127#v=onepage&q&f=false History of the Incas] {{en}} Courier Corporation, 2012 pp. 127-129 ISBN\t9780486147055 Quando ''Pachacuti'' j\u00e1 estava muito velho deixou que ''Tupac'' assumisse quase todo a poder (co-governo).\n\n=== Chefe do Ex\u00e9rcito ===\nSeu pai o nomeou chefe do ex\u00e9rcito Inca em [[1463]]. Ele expandiu o reino em dire\u00e7\u00e3o ao norte, ao [[Chinchaysuyo]], ao longo dos Andes, conquistou os ''[[Chachapoya]]s'', ''[[Huambo (distrito de Caylloma)|Huambos]]'' e ''Guayacondos''. Ele enfrentou o [[Cultura Chimu|Imp\u00e9rio Chimu]], direcionando sua aten\u00e7\u00e3o para sua capital, a murada: ''Chan Chan''. ''T\u00fapac Yupanqui'' desenvolveu uma estrat\u00e9gia, desviar o ''rio Moche'', o fornecedor principal de \u00e1gua para ''Chan Chan''. Como a cidade estava localizada no deserto, n\u00e3o demorou muitos dias para que anunciasse a rendi\u00e7\u00e3o. '' Mar\u00eda Rostworowski'', [https://books.google.com.br/books?id=1WhKCgAAQBAJ&pg=PA119#v=onepage&q&f=false Historia del Tahuantinsuyu] {{es}} Instituto de Estudios Peruanos, 2015 p.119-124 ISBN 9789972515255 Passando pelo atual [[Equador]], e desenvolveu um gosto particular pela cidade de [[Quito]], que ele reconstruiu com arquitetos de [[Cusco]]. Durante esse per\u00edodo, seu pai [[Pachacuti]], reorganizou o ''[[Curacazgo de Cuzco|Curacado de Cusco]]'' transformando-o no ''[[Imp\u00e9rio Inca |Tawantinsuyu]]'' (\"quatro prov\u00edncias\").\n\n==== Descobrimento da Polin\u00e9sia ==== \nEm [[1465]], ''Tupac Yupanqui'' liderou uma expedi\u00e7\u00e3o atrav\u00e9s do [[Oceano Pac\u00edfico|Pac\u00edfico]], alistando-se uma grande frota de bal\u00e7as onde foram embarcados cerca de 20.000 expedicion\u00e1rios. . Possivelmente sua expedi\u00e7\u00e3o visitou as [[Ilhas Gal\u00e1pagos]], [[Ilha de P\u00e1scoa]], atingindo inclusive o [[Arquip\u00e9lago de Tuamotu]] e as ilhas [[Mangareva]] na Polin\u00e9sia Francesa. ''Gamboa'', [https://books.google.com.br/books?id=D3hpAwAAQBAJ&pg=PA136#v=onepage&q&f=false History of the Incas] pp. 136-137 {{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?redir_esc=y&hl=pt-BR&id=KI4TAQAAIAAJ&focus=searchwithinvolume&q=+Mangareva|t\u00edtulo=T\u00fapac Yupanqui, descubridor de Ocean\u00eda|ultimo=Duthurburu|primeiro=Jos\u00e9 Antonio del Busto|data=2000|editora=Editorial Brasa|lingua=es}} pp-97-103 {{Citation|t\u00edtulo=Jos\u00e9 Antonio del Busto - entrevista PARTE II|\u00faltimo =Presencia Cultural|data=2006-12-26|url=https://www.youtube.com/watch?v=kDqaDkq8hys&feature=related|acessodata=2017-07-10}}\n\n===Governo===\nDevido \u00e0s leis incas, ''Tupac Yupanqui'' tinha que ser reconhecido como ''auqui'' (pr\u00edncipe) pelas panacas reais de Cusco para se tornar ''Sapa Inca''. Para atender a este requisito essencial, que estava lutando pela conquista de ''Quito'', retornou com a fam\u00edlia real para ''Cusco''. Quando ''Tupac Yupanqui'' chegou a ''Cusco'' com seu filho, ''Pachacuti'' veio recebe-los para conhecer o neto. E o menino causou t\u00e3o boa impress\u00e3o sobre o velho que este pediu a crian\u00e7a para comandar o ex\u00e9rcito Inca at\u00e9 a fortaleza de ''Sacsayhuaman'' , onde seriam feitas as cerimonias oficiais. O jovem pr\u00edncipe ''Huayna Capac'' realizou t\u00e3o bem a tarefa que ''Pachacuti'' fez dele seu favorito e cimentou a sua futura emin\u00eancia como Inca.\n\nSe tornou Imperador Inca em consequ\u00eancia da morte de seu pai, ocorrida em [[1471]] com cerca de 30 anos de idade. Conquistou os [[Cultura chimu|Chimus]], neste momento o maior advers\u00e1rio dos Incas.\n\n==== Conquistas ao sul do Imp\u00e9rio ====\nNos cap\u00edtulos ''XXXIII'' a ''XXXV'', da cr\u00f4nica ''Suma y Narraci\u00f3n de los Incas'', de ''Juan de Betanzos'' {{Citar peri\u00f3dico|ultimo=de|primeiro=Betanzos, Juan|data=1880|titulo=Suma y narraci\u00f3n de los Incas, que los indios llamaron Capaccuna, que fueron Se\u00f1ores de la Ciudad del Cuzco y de todo lo a ella subjeto|url=http://www.cervantesvirtual.com/obra/suma-y-narracion-de-los-incas-que-los-indios-llamaron-capaccuna-que-fueron-senores-de-la-ciudad-del-cuzco-y-de-todo-lo-a-ella-subjeto--0/|idioma=es|edi\u00e7\u00e3o=Manuel G. Hern\u00e1ndez}} descreve-se a rebeli\u00e3o dos ''Collas'' (a maior tribo [[Aimar\u00e1s]] que vivia pr\u00f3ximo ao [[lago Titicaca]]) que ''Tupac Yupanqui'' enfrentou perseguindo-os inicialmente at\u00e9 ''Arapa'' (perto de [[Puno]]), depois at\u00e9 ''Chuquiabo'' (atual cidade de [[La Paz]]) em seguida a ''Urocoto'' (provavelmente ''Oronkota'', a nordeste do atual [[Potos\u00ed (departamento)|departamento de Potos\u00ed]], Bol\u00edvia) at\u00e9 a prov\u00edncia dos ''Moyos Moyos'' {{Citar peri\u00f3dico|ultimo=Ortega|primeiro=Jannett|titulo=La Conquista Inca de Tarija y el \u201cHorizonte de Churumatas y Moyos Moyos\u201d (Segunda parte)|url=http://www.elpaisonline.com/index.php/2013-01-15-14-16-26/cantaro/item/231628-la-conquista-inca-de-tarija-y-el-horizonte-de-churumatas-y-moyos-moyos-segunda-parte|obra=''el Pais'' edi\u00e7\u00e3o de 9 de Outubro de 2016|idioma=es-es}} (atual [[Tarija (departamento)|departamento de Tarija]]), em um forte chamado ''Tongoche''.{{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=LIUjakb6R-0C&pg=PA154#v=onepage&q&f=false|t\u00edtulo=Reading Inca History|ultimo=Julien|primeiro=Catherine|data=2009|editora=University of Iowa Press|lingua=en|isbn=9781587294112}} p. 154 onde destruiu toda a resist\u00eancia ''Colla''. Ap\u00f3s a luta com so ''Collas'', ''Tupac Yupanqui'' prosseguiu em sua campanha ao sul atingindo a bacia do [[Rio da Prata]] e entrando no ''Chile'', retornando para ''Cusco'' sete anos ap\u00f3s sua partida (provavelmente em [[1478]]).{{Citar peri\u00f3dico|ultimo=Rowe|primeiro=John Howland|data=2014-12-01|titulo=Probanza de los incas nietos de conquistadores|jornal=Hist\u00f3rica|volume=9|numero=2|paginas=193\u2013245|issn=0252-8894|url=http://revistas.pucp.edu.pe/index.php/historica/article/view/8223|idioma=es}}\n\n=== Envenenamento ===\n''T\u00fapac Yupanqui'' teria nomeado como seu sucessor ''Capac Huari'',''Lewis Spence'', ''The Myths of Mexico and Peru'', Chapter VI, ''The Civilization of Old Peru'', [http://www.sacred-texts.com/nam/mmp/mmp09.htm ''Huaina Ccapac''] {{en}} mas finalmente se decidiu por ''[[Huayna Capac]]'' provocando a ira de ''Chuqui Ocllo'', m\u00e3e de ''Capac Huari''. Este fato parece para ter sido o gatilho que levou ''Chuqui Ocllo'' a envenenar ''T\u00fapac Yupanqui''. Ela declarou que ''T\u00fapac Inca'' mudara de ideia quando estava morrendo e logo veio a falecer em [[1493]]. Depois de muitos protestos de ''Mama Ocllo'' (m\u00e3e de ''Huayna Capac'') conseguiu-se provar o envenenamento levando ''Chuqui Ocllo'' e seus c\u00famplices a serem condenados a morte.{{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=1WhKCgAAQBAJ&pg=PT156#v=onepage&q&f=false|t\u00edtulo=Historia del Tahuantinsuyu |ultimo=Rostworowski|primeiro=Mar\u00eda|data=2015|editora=Instituto de Estudios Peruanos - pp 156-158|lingua=es|isbn=9789972515255}}\n\n

\n{{S-start}}\n{{succession box | title= 10\u00ba [[Imperador inca|C\u00e1pac Inca]]
Dinastia Hanan Cusco
[[Imagem:Inca Roca.jpg|50px]]| before= [[Pachacuti]] | after=[[Huayna Capac]] | years= ([[1471]] - [[1493]])}}\n{{succession box | title=2\u00ba Inca do [[Imp\u00e9rio Inca |Tawantinsuyu]]
| before= [[Pachacuti]] | after= [[Huayna Capac]]| years= ([[1471]] - [[1493]])}}\n{{S-end}}\n

\n{{refer\u00eancias}}\n\n==Bibliografia==\n*{{Citar livro|url=http://books.google.com/books?id=7bCeLdTCan4C&pg=PA106&dq=%22T%C3%BApac+Yupanqui&as_brr=3&ei=_rJRS_WTGJDSyQTXjKiFDA&cd=1#v=onepage&q=%22T%C3%BApac%20Yupanqui&f=false |nome=Antonio |sobrenome=N\u00fa\u00f1ez Jim\u00e9nez |t\u00edtulo=Un mundo aparte: aproximaci\u00f3n a la historia de Am\u00e9rica Latina y el Caribe |subt\u00edtulo= |idioma= |edi\u00e7\u00e3o= |local= |editora= Ediciones de la Torre |editor= |ano=1984 |p\u00e1ginas= |p\u00e1gina= |cap\u00edtulo= |volume= |isbn= 8479600438|notas= |acessodata=}}\n*{{Citar livro|url=http://books.google.es/books?id=H3fD6-zpYX4C&pg=PA70&dq=%22T%C3%BApac+Yupanqui&as_brr=3&ei=_rJRS_WTGJDSyQTXjKiFDA&cd=2#v=onepage&q=%22T%C3%BApac%20Yupanqui&f=false |nome=Ugo |sobrenome=Stornaiolo |t\u00edtulo=Ecuador: anatom\u00eda de un pa\u00eds en transici\u00f3n |subt\u00edtulo= |idioma= |edi\u00e7\u00e3o= |local= |editora= Abya Yala |editor= |ano=1999 |p\u00e1ginas= |p\u00e1gina= |cap\u00edtulo= |volume= |isbn= 9978045546|notas= |acessodata=}}\n{{Portal3|Hist\u00f3ria|Monarquia|Biografias|Am\u00e9rica do Sul|Peru}}\n{{Monarcas Incas|estado=collapsed}}\n[[Categoria:Imperadores incas]]"}],"images":[{"ns":6,"title":"Ficheiro:Crown of the Crown Prince of Norway.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Crystal Clear app Login Manager.png"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of Peru.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:History hourglass.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Inca Roca.jpg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Inca tupac yupanqui.jpg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:South America (orthographic projection).svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Viracocha.jpg"}]}}}}