/blog/ciclo do sucesso por tony robbins/

 (11) 3340.6655     (11) 95636.4873     contato@pigatti.com.br      Cliente
    
  


O Ciclo do Sucesso por Tony Robbins
escrito em 29 de janeiro de 2020

Um dos responsáveis pela popularização da Programação Neuro-Lingüística (PNL), Anthonny Robbins é empresário, palestrante motivacional, filantropo, estrategista de vida e negócios, além de escritor – aliás, é o autor mais vendido do New York Times. Seu nome é atrelado à mentoria de figuras importantes da atualidade como Joe Gebbia, co-fundador do Airbnb, e de artistas e atletas – de Aerosmith a Pitbull, e de Serena Williams aos Golden State Warriors.

A fama aqui no Brasil veio por volta de 2016, quando a Netflix lançou o documentário biográfico “I’m not your guru“. Em sua primeira visita ao país, em agosto de 2018, em um evento que reuniu cerca de 13 mil pessoas, o conceito do Ciclo do Sucesso foi amplamente ensinado.

Quer saber o motivo de tanto sucesso? Ou saber o porquê dele ter alcançado tanta fama e prosperidade? É isso o que vamos te contar a seguir!

 

O que diz Tony Robins?

Por que algumas pessoas parecem alcançar o sucesso mais fácil que outras? Por que, embora com diferenças de vantagens, alguns conseguem se tornar milionários saindo da periferia, enquanto outros acabam com o patrimônio herdado?

Num ciclo que se retroalimenta, Tony explica as etapas que compõem o Ciclo do Sucesso em seu livro homônimo e palestras. Mas vamos te revelar algumas dicas!

Em primeiro lugar, todo ser humano possui o mesmo potencial – que é ilimitado. Portanto, todos os resultados que conquistamos deveriam refleti-lo.

Mas por que não funciona dessa forma? A resposta, segundo o palestrante, é simples! Por não haver uma ação suficiente empregada e pela atenção a uma crença negativa ante ao resultado.

 

O ciclo do sucesso na prática

Imagine alguém que não age com todo o potencial que possui – em qualquer que seja a situação. Os resultados gerados provavelmente serão mínimos. Consequentemente, a pessoa tende a cada vez acreditar menos que é capaz de realizar seus objetivos. O que afeta seu potencial já desgastado pela falta de confiança em si mesmo. Entendeu?

É um ciclo que se repete ininterruptamente em nossas vidas, para qualquer momento que vivemos. O sucesso aqui não se diz somente da riqueza financeira, mas também intelectual, emocional e espiritual.

Pessoas acomodadas mantêm o mundo do jeito que está. Pessoas ativas desafiam o status quo. Se você busca se especializar em algo, é uma ação, se você investe numa bolsa, é uma ação, se você procura fazer terapia ou um apoio de alguma crença religiosa, também é ação. E todas as ações impactam diretamente no resultado que se busca atingir.

 

O Ciclo do Sucesso

 

Elevando o seu potencial

Todos os seus limites são impostos por você mesmo – ou são herdados do mundo ao seu redor.

Tony Robbins acredita nisso, porque nós nascemos com potencial ilimitado, mas vamos sendo “podados” ao longo dos anos. “Não mexa”, “não faça”, “você não consegue” e outras sequências de negações direcionadas a nós vão estabelecendo as crenças que permearão a nossa personalidade durante toda a vida.

No entanto, para o autor é possível reprogramar essas condições estabelecidas através da energia e do alimento. Não importa no que se crê, as pessoas emitem energia – tanto negativa quando positiva – e, viver cercado por quem desacredita nos seus objetivos, acaba minando seu entusiasmo. Por isso, afaste-se delas! Quanto ao alimento, além de hábitos saudáveis de consumo, leve em consideração o que o seu cérebro tem recebido. Leia bons livros, veja vídeos que ensinem algo, tenha conversas edificantes. Potencial também é inspiração!

 

Reação necessita de ação

Um resultado é, em seu sentido mais básico, uma reação a uma ação empregada. É até química essa lógica simples. Mas a palavra da vez aqui é foco: não adianta “atirar para todos os lados” sem intenções específicas. Aqui, um ditado popular bastante representativo é: “quem tudo quer, nada tem”. Conhece?

Tony quer dizer que atuar em muitas vertentes de uma só vez é a receita perfeita para acabar se perdendo no meio do caminho. Você até pode ter muitos sonhos, mas seus objetivos são únicos e, portanto, suas ações devem ser focadas em uma meta de cada vez.

Logo, seja assertivo e disciplinado nas suas ações e decisões, pois quanto mais direcionadas forem, mais certeiro será o resultado.

 

Resultado: a soma dos detalhes

“Saiba que são suas decisões, e não suas condições, que determinam o seu destino”. Essa frase do próprio Tony resume bem o que é a etapa de resultados no Ciclo do Sucesso.

Aqui, é a soma do potencial utilizado aliado a uma ação focada que costuma suceder em resultados esperados. E quando esse ciclo de sucesso se completa com excelência? Aí ele se direciona a gerar uma crença proporcional ao resultado que, consequentemente, impulsionará ações mais impactantes e resultados ainda mais potencializados.

Por isso, caso ainda não tenha alcançado o resultado desejado, talvez haja a necessidade de repensar o que tem sido feito e planejar novas ações diferentes. Afinal, é loucura querer novos resultados tendo as mesmas atitudes, não?

 

Somos o que acreditamos

“Acredite em si mesmo” não é apenas frase de auto-ajuda. Essa expressão é real e influencia diretamente o nosso potencial de criação.

A crença de que o resultado é possível precisa estar alinhada com os seus valores pessoais. É aqui, por exemplo, que os sonhos nascem. Mas é nas ações que eles saem da teoria para a prática.

Do resultado vem a realização que nos faz acreditar que somos capazes de conquistar mais. É por isso que quanto mais você acreditar que vai alcançar um objetivo, maior será o seu potencial utilizado, mais focada será a sua ação e mais assertivo será o seu resultado.

Resumindo, é o potencial colocado em ação que dá resultados que estabelecem as crenças que vão garantir o tão almejado sucesso.

 

Já falamos aqui no blog também sobre Mentorias e quais são os nossos 10 profissionais preferidos da atualidade.

Que tal saber mais sobre esse modelo de consultoria que pode influenciar diretamente no potencial que você utiliza em suas ações? Basta acessar o link!


voltar
{"continue":{"imcontinue":"512004|\u00cdndio_indio_\u00edndia_ind\u00edgena_indigena.JPG","grncontinue":"0.061455017101|0.061455017101|0|0","continue":"grncontinue||revisions"},"warnings":{"main":{"*":"Subscribe to the mediawiki-api-announce mailing list at for notice of API deprecations and breaking changes. Use [[Special:ApiFeatureUsage]] to see usage of deprecated features by your application."},"revisions":{"*":"Because \"rvslots\" was not specified, a legacy format has been used for the output. This format is deprecated, and in the future the new format will always be used."}},"query":{"pages":{"4286319":{"pageid":4286319,"ns":0,"title":"Heaven Can Wait (1943)","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Filme\n |nome = Heaven Can Wait\n |t\u00edtulo-bra = O Diabo Disse N\u00e3o\n |t\u00edtulo-prt = {{semtitprt}} \n |imagem = Heaven Can Wait (1943).jpg\n |imagem_tamanho = \n |imagem_legenda = \n |pa\u00eds = {{EUA}}\n |ano = [[1943 no cinema|1943]]\n |cor-pb = cor\n |dura\u00e7\u00e3o = 112\n |dire\u00e7\u00e3o = Ernst Lubitsch\n |produ\u00e7\u00e3o = Ernst Lubitsch (n\u00e3o creditado)\n |produ\u00e7\u00e3o executiva = \n |roteiro = [[Samson Raphaelson]]\n |baseado em = L\u00e1szl\u00f3 B\u00fas-Fekete (pe\u00e7a)\n |elenco = Gene Tierney
Don Ameche
Charles Coburn\n |g\u00eanero = [[com\u00e9dia (cinema)|com\u00e9dia]] [[drama (cinema)|dram\u00e1tico-]][[romance (cinema)|rom\u00e2ntico-]][[fantasia (cinema)|fant\u00e1stica]]\n |tipo = LF\n |idioma = [[l\u00edngua inglesa|Ingl\u00eas]]\n |m\u00fasica = [[Alfred Newman]]\n |edi\u00e7\u00e3o = [[Dorothy Spencer]]\n |diretor de arte = [[James Basevi]]
[[Leland Fuller]]\n |diretor de fotografia = [[Edward Cronjager]]\n |efeitos especiais = [[Fred Sersen]]\n |figurino = [[Ren\u00e9 Hubert]]\n |est\u00fadio = [[20th Century-Fox]]\n |distribui\u00e7\u00e3o = 20th Century-Fox\n |lan\u00e7amento = {{EUAb}} [[11 de agosto]] de 1943
{{PORb}} [[10 de abril]] de [[1944]]\n |or\u00e7amento = \n |receita = \n |c\u00f3digo-IMDB = 0035979\n}}\n'''''Heaven Can Wait''''' (''[[Brasil|bra]]'' '''O Diabo Disse N\u00e3o'''{{citar web|URL=http://www.adorocinema.com/filmes/filme-392/|t\u00edtulo=''O Diabo Disse N\u00e3o''|publicado=[[AdoroCinema]]|local=Brasil|acessodata=6/6/2020}}{{citar web|URL=https://cineplayers.com/filmes/o-diabo-disse-nao|t\u00edtulo=''O Diabo Disse N\u00e3o''|publicado=CinePlayers|local=Brasil|acessodata=6/6/2020}}) \u00e9 um [[filme]] [[Estados Unidos|norte-americano]] de [[1943 no cinema|1943]], do g\u00eanero [[com\u00e9dia (cinema)|com\u00e9dia]] [[drama (cinema)|dram\u00e1tico-]][[romance (cinema)|rom\u00e2ntico-]][[fantasia (cinema)|fant\u00e1stica]], dirigido por [[Ernst Lubitsch]], com roteiro de [[Samson Raphaelson]] baseado na [[pe\u00e7a teatral]] ''Szueletesnap'', de [[L\u00e1szl\u00f3 B\u00fas-Fekete]].{{citar web|URL=https://catalog.afi.com/Film/479-HEAVEN-CANWAIT|t\u00edtulo=''Heaven Can Wait'' (1943)|autor=|data=|publicado=[[American Film Institute]]|acessodata=6/6/2020}}\n\n[[filme de com\u00e9dia|Com\u00e9dia]] elogiada pela [[cr\u00edtica]],THOMAS, Tony e SOLOMON, Aubrey, '''The Films of 20th Century-Fox''', [[Secaucus]], [[EUA]]: The Citadel Press, [[1985]] {{en}}MALTIN, Leonard, '''Classic Movie Guide''', segunda edi\u00e7\u00e3o, [[Nova Iorque]]: Plume, [[2010]] {{en}}{{citar web |url=http://www.allmovie.com/movie/heaven-can-wait-v21979/ |t\u00edtulo=Heaven Can Wait (1943) |acessodata=23 de janeiro de 2014 |autor=ERICKSON, Hal |publicado=AllMovie}} ''Heaven Can Wait'' \u00e9 o primeiro e \u00fanico filme do [[diretor cinematogr\u00e1fico|diretor]] Ernst Lubitsch a ser rodado inteiramente em [[cor|cores]], al\u00e9m de ser seu \u00faltimo grande momento no [[cinema]]. O [[roteiro]] \u00e9 baseado na [[pe\u00e7a de teatro|pe\u00e7a]] ''Birthdays'' do [[teatr\u00f3logo]] [[h\u00fangaros|h\u00fangaro]] radicado nos [[EUA]] [[Laszlo Bush-Fekete]]. Lubitsch dirige com seu famoso ''Lubitsch Touch'', um misto agridoce de sofistica\u00e7\u00e3o, romance e sagacidade.\n\n''Heaven Can Wait'' deu a Lubitsch sua terceira e \u00faltima indica\u00e7\u00e3o ao [[\u00d3scar|Oscar]] e concorreu em mais [[duas]] categorias: [[Oscar de melhor filme|Melhor Filme]] e [[Oscar de melhor fotografia|Melhor Fotografia]] (em cores). A pel\u00edcula \u00e9 considerada por [[Ken Wlaschin]] uma das [[dez]] melhores da carreira de Gene Tierney.WLASCHIN, Ken, '''The World's Great Movie Stars and Their Films''', [[Londres]]: Peerage Books, 1985 {{en}}\n\nApesar da homon\u00edmia, ''[[Heaven Can Wait (1978)|Heaven Can Wait]]'' (1978), dirigido e estrelado por [[Warren Beatty]], n\u00e3o tem nada a ver com esta produ\u00e7\u00e3o, sendo ''remake'' de ''[[Here Comes Mr. Jordan]]'' (1941).\n\n==Sinopse==\nAo [[morte|morrer]], Henry Van Cleve apresenta-se \u00e0s [[portas]] do [[Inferno]], que era para onde todas as [[pessoa (biologia)|pessoas]] mandavam-no ir quando vivo. Ele \u00e9 atendido por um gentil [[Satan\u00e1s]], que duvida que seus [[pecados]] o qualifiquem a entrar ali. Henry, ent\u00e3o, relembra sua vida e suas [[mulher|mulheres]], principalmente os 25 anos de [[casamento]] com Martha.\n\n== Produ\u00e7\u00e3o ==\nO t\u00edtulo provis\u00f3rio do filme foi de ''Birthday''. Segundo o ''[[Los Angeles Herald-Examiner]]'', [[Ginger Rogers]] foi considerado para o papel principal feminino. O diretor, [[Ernst Lubitsch]], esperava contar com [[Joseph Cotten]], [[Fredric March]] ou [[Rex Harrison]], para desempenhar o papel de \"Henry Van Cleve\", mas o chefe de produ\u00e7\u00e3o do est\u00fadio, [[Darryl F. Zanuck]], sugeriu a Lubitsch testar [[Don Ameche]]. \n\n[[Reginald Gardiner]] estava originalmente escalado para interpretar \"Albert Van Cleve\", e [[Simone Simon]] foi escalada para o papel de \"Mademoiselle\", mas, de acordo com o ''[[The Hollywood Reporter]]'', ela deixou o elenco ap\u00f3s diverg\u00eancias com a Fox, sendo assim, [[Signe Hasso]] foi emprestada da [[MGM]] para lhe substituir, e atriz [[Primavera Byington]] tamb\u00e9m foi emprestada pelo est\u00fadio para a produ\u00e7\u00e3o.http://www.afi.com/members/catalog/DetailView.aspx?s=&Movie=479 Em [[10 de outubro]] de [[1943]], [[Don Ameche]] e [[Maureen O'Hara]] estrelaram uma vers\u00e3o radiof\u00f4nica transmitida no programa ''Lux Radio Theatre''.\n\n==Elenco==\n{|class=\"wikitable\" style=\"font-size: 90%;\" border=\"2\" cellpadding=\"4\" background: #f9f9f9;\n|- align=\"center\"\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Ator/Atriz\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Personagem\n|-\n| [[Gene Tierney]]\n| ''Martha''\n|-\n| [[Don Ameche]]\n| ''Henry Van Cleve''\n|-\n| [[Charles Coburn]]\n| ''Hugo Van Cleve''\n|-\n| [[Marjorie Main]]\n| ''Senhora Strable''\n|-\n| [[Laird Cregar]]\n| ''Sua Excel\u00eancia''\n|-\n| [[Spring Byington]]\n| ''Bertha Van Cleve''\n|-\n| [[Allyn Joslyn]]\n| ''Albert Van Cleve''\n|-\n| [[Eugene Pallette]]\n| ''E. F. Strable''\n|-\n| [[Signe Hasso]]\n| ''Mademoiselle''\n|-\n| [[Louis Calhern]]\n| ''Randolph Van Cleve''\n|-\n| [[Helene Reynolds]]\n| ''Peggy Nash''\n|-\n| [[Aubrey Mather]]\n| ''James''\n|-\n| [[Tod Andrews|Michael Ames]]\n| ''Jack Van Cleve''\n|-\n|}\n\n==Pr\u00eamios e indica\u00e7\u00f5es==\n{|class=\"wikitable\" style=\"font-size: 90%;\" border=\"2\" cellpadding=\"4\" background: #f9f9f9;\n|- align=\"center\"\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Pr\u00eamio/evento\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Categoria\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Recipiente\n! style=\"background:#B0C4DE;\" | Situa\u00e7\u00e3o\n|-\n|rowspan=3|'''[[Oscar 1944]]'''\n|[[Oscar de melhor filme|Melhor filme]]\n\n!\n|{{ind}}{{citar web|URL=https://cineplayers.com/premiacoes/oscar/16|t\u00edtulo=16.\u00ba Oscar - 1944|publicado=CinePlayers|acessodata=6/6/2020}}\n\n|-\n|[[Oscar de melhor diretor|Melhor dire\u00e7\u00e3o]]||Ernst Lubitsch||{{ind}}\n\n|-\n|[[Oscar de melhor fotografia|Melhor fotografia]]||Edward Cronjager ||{{ind}}\n\n|}\n\n{{Refer\u00eancias}}\n{{esbo\u00e7o-filme-eua}}\n{{portal3|cinema|criatianismo|Estados Unidos}}\n{{normdaten}}\n{{DEFAULTSORT:Heaven Can Wait 1943}}\n[[Categoria:Filmes com trilha sonora de Alfred Newman]]\n[[Categoria:Filmes dos Estados Unidos de 1943]]\n[[Categoria:Filmes de com\u00e9dia dram\u00e1tica dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Filmes baseados em obras de autores da Hungria]]\n[[Categoria:Filmes de com\u00e9dia rom\u00e2ntica dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Filmes baseados em pe\u00e7as de teatro]]\n[[Categoria:Filmes dirigidos por Ernst Lubitsch]]\n[[Categoria:Filmes de fantasia dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Filmes sobre o Diabo]]\n[[Categoria:Filmes sobre vida ap\u00f3s a morte]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1872]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1881]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1887]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1898]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1908]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1923]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1932]]\n[[Categoria:Filmes ambientados em 1942]]"}]},"1150070":{"pageid":1150070,"ns":0,"title":"Nicolas Ladanyi","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"[[File:Nicolas Ladany (1931, DdN).jpg|thumb|Nicolas Ladany , 1931]]\n'''Nicolas J. Ladanyi''' (7 de abril de 1889Di\u00e1rio Oficial da Uni\u00e3o, 1940-07-31, p. 5: \"''A Nicolau Ladanyi, natural da Hungria, nascido, a 7 de abril de 1889, filho de Martin Ladanyi e de Mitria Zoldi, casado, residente nesta Capital.''\" (naturalisation notices).) foi um [[treinador]] de [[futebol]] [[Hungria|h\u00fangaro]]. Nicolas Ladanyi fez sucesso no [[Brasil]] ao treinar o [[Botafogo Football Club|Botafogo]], quando venceu o [[Campeonato Carioca de Futebol]] de [[Campeonato Carioca de Futebol de 1930|1930]] e [[Campeonato Carioca de Futebol de 1932|1932]].\n\nLadanyi no Botafogo \"desenvolvera um programa de treinamento inspirado na psican\u00e1lise\"S\u00e9rgio Augusto, Ediouro Publica\u00e7\u00f5es, 2004: \"Botafogo: entre o c\u00e9u e o inferno\" Dirigiu o clube 1930 at\u00e9 1933, e treinou, entre outros craques, [[Carvalho Leite]], [[Nilo Murtinho Braga|Nilo]] e [[Martim Silveira]].\n\nEntre 1933 e 1934 foi t\u00e9cnico de [[America FC (RJ)|America FC]] de Rio e da outubro at\u00e9 os primeiros anos da d\u00e9cada de 1940 a ''Liga de Sports da Marinha.'' \n\nNa d\u00e9cada de 1940 foi diretor art\u00edstico do [[Urca|Cassino de Urca]] no Rio de Janeiro e depois, talvez at\u00e9 os primeiros anos de 1960 diretor social do [[Pal\u00e1cio Quitandinha|Hotel Quitandinha]] de [[Petr\u00f3polis]].\n\nNicolas Ladanyi \u00e9 pai da atriz e dubladora [[Gl\u00f3ria Ladany]].\n\n\n== Refer\u00eancias ==\n* Para refer\u00eancias veja a vers\u00e3o inglesa do artigo.\n{{Refer\u00eancias}}\n{{esbo\u00e7o-t\u00e9cnico de futebol}}\n\n[[Categoria:Treinadores de futebol da Hungria|Ladanyi]]\n[[Categoria:Treinadores do Botafogo de Futebol e Regatas]]"}]},"2698613":{"pageid":2698613,"ns":0,"title":"Vantage Point","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Filme\n |nome = Vantage Point\n |t\u00edtulo-pt = Ponto de Mira\n |t\u00edtulo-br = Ponto de Vista\n |t\u00edtulo-or = \n |imagem = Vantage point 08.jpg\n |imagem_tamanho = \n |imagem_legenda = \n |pa\u00eds = \n |ano = \n |cor-pb = \n |dura\u00e7\u00e3o = \n |dire\u00e7\u00e3o = [[Pete Travis]]\n |codire\u00e7\u00e3o = \n |produ\u00e7\u00e3o = [[Neal H. Moritz]]\n |coprodu\u00e7\u00e3o = \n |produ\u00e7\u00e3o executiva = Callum Greene
Tania Landau
Lynwood Spinks\n |roteiro = [[Barry Levy|Barry L. Levy]]\n |narra\u00e7\u00e3o = \n |elenco = [[Dennis Quaid]]
[[Matthew Fox]]
[[Forest Whitaker]]
[[\u00c9dgar Ram\u00edrez]]
[[Ayelet Zurer]]
[[Sigourney Weaver]]
[[William Hurt]]\n |g\u00eanero = \n |tipo = LF\n |idioma = [[L\u00edngua inglesa|Ingl\u00eas]]
[[L\u00edngua espanhola|Espanhol]]\n |m\u00fasica = [[Atli \u00d6rvarsson]]\n |cinematografia = [[Amir Mokri]]\n |edi\u00e7\u00e3o = [[Stuart Baird]]\n |cria\u00e7\u00e3o original = \n |supervisor t\u00e9cnico = \n |produtor de VHX = \n |diretor de ilumina\u00e7\u00e3o = \n |diretor de arte = \n |diretor de fotografia = [[Amir Mokri]]\n |figurino = \n |diretor de a\u00e7\u00e3o = \n |jogo de cena = \n |est\u00fadio = [[Relativity Media]]
[[Original Film]]\n |distribui\u00e7\u00e3o = [[Columbia Pictures]]\n |lan\u00e7amento = {{EUAb}} 22 de fevereiro de 2008
{{BRAb}} 14 de mar\u00e7o de 2008
{{PORb}} 20 de mar\u00e7o de 2008\n |or\u00e7amento = [[D\u00f3lar dos Estados Unidos|US$]]40 milh\u00f5es{{citar web|url=http://boxofficemojo.com/movies/?id=vantagepoint.htm |t\u00edtulo=Vantage Point |publicado=[[Box Office Mojo]] |acessodata=2011-01-03}}\n |receita = US$ {{Fmtn|151161491}}\n |precedido_por = \n |seguido_por = \n |website = http://www.sonypictures.com/homevideo/vantagepoint/\n |c\u00f3digo-IMDB = 0443274\n}}\n\n'''''Vantage Point''''' ({{BRPT|Cinema|Ponto de Vista|Ponto de Mira}}) \u00e9 um [[filme de a\u00e7\u00e3o]] e [[filme de suspense|suspense]] [[pol\u00edtico]] [[Estados Unidos da Am\u00e9rica|estadunidense]] de [[2008 no cinema|2008]] dirigido por [[Pete Travis]]; foi adaptado a partir de um roteiro escrito por [[Barry Levy|Barry L. Levy]]. A hist\u00f3ria centra-se em uma tentativa de [[assassinato]] contra o [[presidente dos Estados Unidos]], como visto de v\u00e1rios pontos de vista de diferentes personagens. [[Dennis Quaid]], [[Matthew Fox]], [[Forest Whitaker]], [[William Hurt]] e [[Sigourney Weaver]] nos pap\u00e9is principais. O filme \u00e9 muitas vezes comparado, desfavoravelmente, ao filme ''[[Rashomon]]'' de [[Akira Kurosawa]], que tamb\u00e9m empregou uma forma de contar hist\u00f3rias atrav\u00e9s de m\u00faltiplas perspectivas. ''Rashomon'' usava as m\u00faltiplas perspectivas para questionar a possibilidade da verdade, em um processo chamado de [[efeito Rashomon]]; em contraste, ''Vantage Point'' narra uma s\u00e9rie de eventos que s\u00e3o re-editadas a partir de v\u00e1rias perspectivas e pontos de vista diferentes, a fim de revelar um relato fiel do que aconteceu. ''Vantage Point'' tamb\u00e9m explora seq\u00fcestro, assassinato e terrorismo.[[Pete Travis|Travis, Pete]] (Director). (2008). ''Vantage Point'' [Motion picture]. United States: [[Columbia Pictures]].\n\nO filme foi co-produzido pela Relativity Media, Original Film, e Art In Motion. Foi comercialmente distribu\u00eddo pela [[Columbia Pictures]] nos cinemas, e pela [[Sony Pictures Home Entertainment]], em formato de home v\u00eddeo. O projeto do filme come\u00e7ou com a filmagem principal na [[Cidade do M\u00e9xico]] em 18 de junho de 2006. Produtores executivos do filme inclu\u00eddo Callum Greene, Tania Landau e Lynwood Spinks. Em 26 de fevereiro de 2008, a Original Motion Picture Soundtrack foi lan\u00e7ado pela gravadora [[Var\u00e8se Sarabande]]. A trilha sonora foi composta pelo m\u00fasico [[Atli \u00d6rvarsson]].\n\nAp\u00f3s a sua estreia em 22 de fevereiro de 2008, ''Vantage Point'' arrecadou $72,266,306 em receitas de bilhetes dom\u00e9sticos. O filme foi exibido em 3,163 cinemas durante o seu maior lan\u00e7amento em todo o pa\u00eds, nos Estados Unidos. Ele ganhou um adicional de $78,895,185 no neg\u00f3cio atrav\u00e9s da libera\u00e7\u00e3o internacional para cobrir para fora em um combinado de $151,161,491 em receita bruta. O filme foi tecnicamente considerado um forte sucesso financeiro devido aos seus custos de $40 milh\u00f5es de or\u00e7amento. Precedendo a sua execu\u00e7\u00e3o no cinema, por\u00e9m, o filme foi recebido com geralmente com revis\u00f5es mistas a cr\u00edticas negativas. As edi\u00e7\u00f5es em DVD widescreen e Blu-ray Disc em alta defini\u00e7\u00e3o do filme com coment\u00e1rios e entrevistas com o elenco e a equipe de \u00e1udio do diretor, foram ambos lan\u00e7ados nos Estados Unidos em 8 de julho de 2008.\n\n==Sinopse==\nO enredo se baseia na tentativa de assassinato do presidente dos EUA observada por oito estranhos. O filme apresenta uma s\u00e9rie de eventos reencenados de diferentes perspectivas, cada uma acrescentando novos detalhes \u00e0 narrativa. O ultimo ponto de vista completa a hist\u00f3ria, revelando o que realmente aconteceu no incidente e quem estava envolvido na conspira\u00e7\u00e3o.\n\n==Ponto de Vista e o Telejornalismo==\nO foco desta an\u00e1lise \u00e9 a rela\u00e7\u00e3o entre a constru\u00e7\u00e3o narrativa do filme Ponto de Vista e a constru\u00e7\u00e3o narrativa do telejornalismo, baseada na pluralidade de vozes e imagens, partindo de diversas \u00f3ticas para que o espectador construa sua vers\u00e3o dos fatos. Cada um dos pontos de vista utilizados no filme pode ser relacionado a algum dos diversos tipos de vozes e sujeitos enunciadores que constroem a narrativa jornal\u00edstica na televis\u00e3o.\n\n===Rep\u00f3rter, editor e c\u00e2mera do jornal===\nO filme se inicia com a cobertura jornal\u00edstica do evento, a primeira narradora \u00e9 um dos protagonistas na constru\u00e7\u00e3o do jornalismo: uma rep\u00f3rter. No caso espec\u00edfico da televis\u00e3o o enunciador tem um corpo f\u00edsico e um nome, tornando-o mais humano e mais pr\u00f3ximo do espectador \u00e0 medida que ele \u00e9 influenciado pelos acontecimentos que o circundam. No caso retratado, a correspondente fica chocada e entra em p\u00e2nico diante das c\u00e2meras, deixando transparecer sua humanidade no momento do ataque inesperado.\n\n===Cinegrafista amador===\nCom a evolu\u00e7\u00e3o tecnol\u00f3gica as c\u00e2meras port\u00e1teis t\u00eam adquirido uma qualidade cada vez maior, e pessoas comuns s\u00e3o capazes de gravar acontecimentos importantes e terem suas filmagens contribuindo na montagem de mat\u00e9rias jornal\u00edsticas, especialmente em fen\u00f4menos naturais e situa\u00e7\u00f5es que n\u00e3o podem ser previstas e que, portanto, a m\u00eddia formal n\u00e3o consegue cobrir. No filme, um turista, enquanto registrava sua visita a Espanha, flagra movimentos suspeitos que contribuem para a investiga\u00e7\u00e3o do atentado.\n
\n===Fonte oficial===\n\u00c9 a perspectiva do governo ou de empresa ou de um especialista utilizada para dar um tom de autoridade ao jornal, mas sempre com cautela para n\u00e3o ter aspecto de assessoria de imprensa e propaganda. No filme, a vis\u00e3o da trama pela \u00f3tica do presidente pode ser encaixada nesta categoria, pois revela informa\u00e7\u00f5es privilegiadas do plano de a\u00e7\u00e3o oficial, como usar um duble para o chefe do Estado e os conflitos pol\u00edticos por tr\u00e1s desta decis\u00e3o.
\n\n===Depoimento dos diretamente envolvidos===\nNo longa vemos os fatos da perspectiva de v\u00e1rias pessoas que est\u00e3o envolvidas na conspira\u00e7\u00e3o contra o presidente dos Estados Unidos ou na solu\u00e7\u00e3o do caso. No jornalismo tamb\u00e9m s\u00e3o utilizados relados diretos sobre acontecimentos, muitas vezes as fontes s\u00e3o sigilosas e alguns recursos s\u00e3o empregados para proteg\u00ea-las.
\n\n===Narrador onisciente===\nA diferen\u00e7a entre o longa e o telejornal se d\u00e1 no desfecho e interpreta\u00e7\u00e3o. O primeiro apresenta uma vers\u00e3o final definitiva do evento, explicando claramente toda a conspira\u00e7\u00e3o, com uma interpreta\u00e7\u00e3o \u00fanica. O fluxo televisual \u00e9 uma colagem das diferentes vers\u00f5es de um fato, portanto n\u00e3o cria um discurso unit\u00e1rio e l\u00f3gico e permite ao espectador certa autonomia interpretativa.\n\nPor fim. A hist\u00f3ria relatada no filme \u00e9 desvendada. O pr\u00f3prio presidente seria o principal alvo da sua ilus\u00e3o de \u00f3tica. Mas n\u00e3o esperava que o agente, designado para proteg\u00ea-lo, Kent Taylor (Matthew Fox) seria o causador de planejar sua morte.\n\n==Elenco==\n{{div col}}\n* [[Dennis Quaid]] como Agente Thomas Barnes\n* [[William Hurt]] coom Presidente Ashton\n* [[Matthew Fox]] como Agente Kent Taylor\n* [[Forest Whitaker]] como Howard Lewis\n* [[Sigourney Weaver]] como Rex Brooks\n* [[\u00c9dgar Ram\u00edrez]] como Javier\n* [[Ayelet Zurer]] como Veronica\n* [[Eduardo Noriega]] como Enrique\n* [[Richard T. Jones]] como Agente Holden\n* [[Bruce McGill]] como Phil McCullough\n* [[Sa\u00efd Taghmaoui]] como Sam/Suarez\n* [[Zoe Saldana]] como Angie Jones\n* [[Holt McCallany]] como Agente Ron Matthews\n* [[Leonardo Nam]] como Kevin Cross\n* [[James LeGros]] como Ted Heinkin\n* [[Alicia Zapien]] como Anna\n{{div col end}}\n\n==Produ\u00e7\u00e3o==\n===Filmagens===\nNo roteiro original, Rex Brooks era um homem e Howard Lewis tinha excesso de peso e era do [[Leste Europeu]]. No ''Plotting an Assassination'', b\u00f4nus no DVD do filme, o diretor Pete Travis explicou ele sentiu que havia t\u00e3o poucas personagens femininas fortes do filme, que ele decidiu lan\u00e7ar [[Sigourney Weaver]] como a produtora GNN. Quando [[Forest Whitaker]] manifestou interesse em participar do projeto, Travis saudou a oportunidade de trabalhar com ele por americanizar o personagem de Howard.\n\nOriginalmente programado para um lan\u00e7amento de 2007 pela Sony, o filme come\u00e7ou a fotografia principal em 18 de junho de 2006, em [[Cidade do M\u00e9xico]].[http://www.variety.com/profiles/Film/main/173951/Vantage+Point.html?dataSet=1&query=vantage+point ''Vantage Point'' Profile] {{Wayback|url=http://www.variety.com/profiles/Film/main/173951/Vantage+Point.html?dataSet=1&query=vantage+point |date=20081223002046 }}. ''[[Variety (magazine)|Variety]]''. Retrieved 2011-01-03. Locais incluiu a [[Casa de los Azulejos]], com algumas grava\u00e7\u00f5es exteriores em [[Cuernavaca]] e [[Puebla]]. Diretor Travis discutiu as dificuldades que o elenco e a equipe enfrentaram a cada dia, enquanto tentavam filmar durante o auge da temporada de chuvas do M\u00e9xico. Ele creditou o diretor de fotografia [[Amir Mokri]] e a equipe de ilumina\u00e7\u00e3o para fazer com que pare\u00e7a que o segmento de vinte minutos retratado no filme se desenrolava sob um c\u00e9u claro e sol, quando na verdade ele freq\u00fcentemente estava nublado e garoa durante as filmagens.\n\nOs produtores negociaram com o Salamanca Film Commision que todas as cenas de ''Vantage Point'' fossem rodadas na cidade, mas tiveram que desistir da id\u00e9ia por n\u00e3o obterem autoriza\u00e7\u00e3o para fechar a pra\u00e7a da prefeitura durante 3 meses. Com isso estas cenas foram transferidas para as cidades mexicanas de Cuernavaca e Puebla, com apenas as tomadas a\u00e9reas sendo feitas na verdadeira Salamanca. Devido a esta mudan\u00e7a de planos, foi constru\u00edda uma r\u00e9plica da Plaza Major de Salamanca no M\u00e9xico, sendo apenas um pouco menor e mais simples que a original.[http://www.adorocinema.com/filmes/filme-111083/curiosidades/ ''Vantage Point''] no [[AdoroCinema]]\n\nDurante as filmagens, a equipe trabalhou com decorado veterano do Ex\u00e9rcito dos EUA Ron Blecker, a fim de ajudar os atores principais se preparar para interpretarem agentes do Servi\u00e7o Secreto.Murray, Rebecca (17 February 2008). [http://movies.about.com/od/vantagepoint/a/vantagedq21408.htm Dennis Quaid Discusses the Action Thriller 'Vantage Point']. ''[[About.com]]''. Retrieved 2011-01-03. Descrevendo sua experi\u00eancia, Quaid comentou: \"N\u00f3s est\u00e1vamos l\u00e1 por duas semanas antes de come\u00e7armos a filmar. N\u00f3s treinamos como equipe, como uma unidade do Servi\u00e7o Secreto, desses caras. O presidente nunca vai em qualquer lugar que n\u00e3o \u00e9 coreografado com anteced\u00eancia. Isso \u00e9 o que far\u00edamos\". Um dos elementos dif\u00edceis da filmagem foram as cenas de persegui\u00e7\u00e3o de carro. Quaid admitiu, \"Exceto para as reais colis\u00f5es de 40 milhas por hora\" Ele fez a maioria das seq\u00fc\u00eancias de condu\u00e7\u00e3o de si mesmo. Na din\u00e2mica do enredo, Quaid menciona: \"Quando eu li o roteiro, que \u00e9 a \u00fanica vez que eu chego a ser um membro da audi\u00eancia. \u00c9 a primeira vez que eu experimentei algo. Ele realmente leu t\u00e3o bem que eu senti se poderiam apenas colocar esta na tela, ele estava indo para o trabalho. Pete n\u00e3o s\u00f3 isso, mas ele realmente elevou, bem como, da mesma forma que ele grava-lo\". Em rela\u00e7\u00e3o \u00e0s v\u00e1rias performances do mesmo evento, Quaid explicou: \"Eu s\u00f3 joguei da mesma forma o tempo todo.\" Ele acrescentou: \"porque \u00e9 a partir de uma outra pessoa no ponto-de-vista, em seguida, o p\u00fablico tem uma percep\u00e7\u00e3o diferente - mesmo que eu estou fazendo a mesma coisa que voc\u00ea come\u00e7a a ver deste 15 minutos, depois da pr\u00f3xima vez que voc\u00ea tira dessa mesma 15 minutos, voc\u00ea pode pegar um \u00e2ngulo diferente daquele personagem que voc\u00ea n\u00e3o podia ver antes ... o que o personagem estava pensando. voc\u00ea v\u00ea-los ir ao virar da esquina e que realmente aconteceu, a partir do que eles disseram. \u00c9 o que \u00e9 interessante e que \u00e9 t\u00e3o emocionante sobre este filme\".\n\nAtor Matthew Fox explicou como a s\u00e9rie de eventos, filmado v\u00e1rias vezes, apresentou suas dificuldades: \"Assim, numa base t\u00e9cnica, o filme pode ser um processo muito tedioso\", mas acrescentou: \"quando voc\u00ea entra em uma situa\u00e7\u00e3o onde voc\u00ea est\u00e1 vai dizer os mesmos acontecimentos atrav\u00e9s de oito perspectivas diferentes, torna-se como oito vezes tedioso. Voc\u00ea est\u00e1 fazendo essas seq\u00fc\u00eancias mais e mais e mais uma vez\".Murray, Rebecca (17 February 2008). [http://movies.about.com/od/vantagepoint/a/vantagemf21408.htm Matthew Fox Talks About 'Vantage Point']. ''[[About.com]]''. Retrieved 2011-01-03. Trabalhando com o diretor, Fox sentiu: \"Essa foi a coisa verdadeira divers\u00e3o para Pete Travis e eu para fazer juntos. Eu amei trabalhar com ele e ele \u00e9 diretor de um verdadeiro ator em que ele chega bem ali com voc\u00ea. Ele est\u00e1 pensando sobre o personagem do ponto de vista do personagem\". Fox acreditava que seu treinamento para a sua parte foi fundamental para alcan\u00e7ar o efeito desejado. Ele comentou: \"Foi sempre muito importante [Travis] que retire a log\u00edstica de que est\u00e1vamos fazendo como agentes do Servi\u00e7o Secreto e como toda essa equipe, que os elementos reais f\u00edsicas do mesmo, onde as armas s\u00e3o realizadas, como as coisas de voz s\u00e3o usados\u200b\u200b, a estrutura de entrar e sair dos carros, que era preciso. tivemos consultores\". Elogiando seus co-atores, Fox os viu como sendo de inspira\u00e7\u00e3o: \"Dennis Quaid, Forest Whitaker, William Hurt ... Quer dizer, eu era apenas muito feliz por estar trabalhando no mesmo filme como todos os tr\u00eas como um grande f\u00e3. Eu respeito o seu trabalho muito\". Fox resumiu sua experi\u00eancia no filme exclamando: \"Este filme e o conceito de perspectiva \u00e9 algo que a id\u00e9ia de que um evento pode ser percebido de forma diferente por duas pessoas diferentes, dependendo de onde eles est\u00e3o de p\u00e9, que eles s\u00e3o e como eles quer perceb\u00ea-lo, se eles t\u00eam uma agenda para perceb\u00ea-lo de uma certa maneira, \u00e9 algo que eu penso sobre o tempo todo na minha vida, no meu pr\u00f3prio micromundo individual em relacionamentos que eu tenho\".\n\n===Trilha sonora===\nA trilha sonora original para o filme ''Vantage Point'' foi lan\u00e7ado pela gravadora [[Var\u00e8se Sarabande]] em 26 de fevereiro de 2008.{{citar web|url=http://www.amazon.com/Vantage-Point-Atli-%C3%96rvarsson/dp/B0012X6FYE/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1293981112&sr=1-1 |t\u00edtulo=Vantage Point Soundtrack |publicado=Amazon.com |acessodata=2011-01-03}} A trilha sonora para o filme foi orquestrada por [[Atli \u00d6rvarsson]] e mixado por Alan Meyerson. Dina Eaton editou a m\u00fasica do filme.{{citar web|url=http://movies.yahoo.com/movie/1809712780/cast |t\u00edtulo=Vantage Point (2008) |acessodata=2011-01-03 |publicado=Yahoo! Movies}}\n\n{{Info \u00e1lbum\n| Nome = Vantage Point: Original Motion Picture Soundtrack\n| Tipo = trilha sonora\n| Artista = [[Atli \u00d6rvarsson]]\n| Imagem = \n| Lan\u00e7ado = 26 February 2008\n| Dura\u00e7\u00e3o = 41:30\n| Gravadora = Var\u00e8se Sarabande\n| Revis\u00f5es = \n}}\n\n{{Lista de faixas\n| fechado = sim\n| topo = ''Vantage Point: Original Motion Picture Soundtrack''\n| dura\u00e7\u00e3o_total = 41:30\n| t\u00edtulo1 = Main Title\n| dura\u00e7\u00e3o1 = 2:42\n| t\u00edtulo2 = Motorcade\n| dura\u00e7\u00e3o2 = 1:36\n| t\u00edtulo3 = Enrique and Veronica\n| dura\u00e7\u00e3o3 = 2:54\n| t\u00edtulo4 = Run Enrique Run\n| dura\u00e7\u00e3o4 = 2:33\n| t\u00edtulo5 = Lewis and Anna\n| dura\u00e7\u00e3o5 = 1:19\n| t\u00edtulo6 = President and Decoy\n| dura\u00e7\u00e3o6 = 1:38\n| t\u00edtulo7 = The Chase Begins\n| dura\u00e7\u00e3o7 = 2:51\n| t\u00edtulo8 = Serendipity\n| dura\u00e7\u00e3o8 = 4:39\n| t\u00edtulo9 = Epilogue\n| dura\u00e7\u00e3o9 = 1:54\n| t\u00edtulo10 = Tightening Circle\n| dura\u00e7\u00e3o10 = 3:18\n| t\u00edtulo11 = Clockwork\n| dura\u00e7\u00e3o11 = 5:08\n| t\u00edtulo12 = The President Is Safe\n| dura\u00e7\u00e3o12 = 1:15\n| t\u00edtulo13 = Explosion Aftermath\n| dura\u00e7\u00e3o13 = 3:38\n| t\u00edtulo14 = Suarez' Plan\n| dura\u00e7\u00e3o14 = 3:58\n| t\u00edtulo15 = End Title\n| dura\u00e7\u00e3o15 = 2:02\n}}\n\n==Lan\u00e7amento==\n\n===Executa\u00e7\u00e3o no cinema===\nO filme teve sua estreia mundial na Espanha em 28 de fevereiro de 2008. No dia seguinte, em 29 de fevereiro, ele estreou na It\u00e1lia, Su\u00e9cia e Su\u00ed\u00e7a. Outros mercados europeus, em Portugal e Cro\u00e1cia teve a estreia do filme em 3 de abril Entrou em vers\u00e3o no cinema em geral nos EUA, Canad\u00e1 e M\u00e9xico em 22 de fevereiro de alguns mercados asi\u00e1ticos e do Pac\u00edfico; Austr\u00e1lia e Nova Zel\u00e2ndia viu a estreia do filme no dia 13 de mar\u00e7o, enquanto na Mal\u00e1sia foi exibido no dia seguinte, em 14 de mar\u00e7o.{{citar web |url=http://www.sonypictures.com/movies/vantagepoint/international/ |t\u00edtulo=Vantage Point Worldwide Release Dates |publicado=[[Sony Pictures Home Entertainment]] |acessodata=2011-01-03 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20081014033520/http://www.sonypictures.com/movies/vantagepoint/international/ |arquivodata=2008-10-14 |urlmorta=yes }} No Brasil foi lan\u00e7ado em 14 de mar\u00e7o e em Portugal a 20 de mar\u00e7o.\n\n==Recep\u00e7\u00e3o==\n\n===Resposta da cr\u00edtica===\nEntre os cr\u00edticos tradicionais nos EUA, o filme recebeu cr\u00edticas mistas.[http://www.metacritic.com/movie/vantage-point Vantage Point]. [[Metacritic]]. CNET Networks. Retrieved 2011-01-03. [[Rotten Tomatoes]] deu ao filme uma pontua\u00e7\u00e3o de 35% com base em opini\u00f5es de 154 cr\u00edticos, com uma pontua\u00e7\u00e3o m\u00e9dia de 5,0 dos 10....{{citar web| url = http://www.rottentomatoes.com/m/vantage_point/ |t\u00edtulo= Vantage Point (2008) |obra= [[Rotten Tomatoes]] |publicado= [[Flixster]] |acessodata= 2011-01-03 }} No [[Metacritic]], que atribui uma m\u00e9dia ponderada de 100 a opini\u00f5es dos cr\u00edticos, o filme recebeu uma pontua\u00e7\u00e3o de 40 com base em 32 coment\u00e1rios.\n\n===Bilheteria===\nO filme estreou nos cinemas em 22 de fevereiro de 2008, em grande lan\u00e7amento em todo os EUA. Durante sua semana de estreia, o filme estreou em 1\u00ba lugar na bilheteria com $22,874,936 no mundo dos neg\u00f3cios em 3,149 mostras locais. O filme ''[[The Spiderwick Chronicles]]'' ficou em segundo lugar durante esse fim de semana bilheteria $13,100,192.{{citar web|url=http://boxofficemojo.com/weekend/chart/?yr=2008&wknd=08&p=.htm |t\u00edtulo=February 22\u201324, 2008 Weekend |publicado=[[Box Office Mojo]] |acessodata=2011-01-03}} A receita do filme caiu 44% em sua segunda semana de lan\u00e7amento, ganhando $12,819,245. Para esse fim de semana especial, o filme caiu para segundo lugar a triagem em 3,150 cinemas. O filme ''[[Semi-Pro]]'' destitu\u00eddo ''Vantage Point'' para abrir em primeiro lugar na bilheteria com $15,075,114 em receitas de bilheteira.{{citar web|url=http://boxofficemojo.com/weekend/chart/?view=&yr=2008&wknd=09&p=.htm |t\u00edtulo=February 29-March 2, 2008 Weekend |publicado=[[Box Office Mojo]] |acessodata=2011-01-03}} Durante a sua \u00faltima semana no lan\u00e7amento, ''Vantage Point'' abriu em um distante 25\u00ba lugar com $234,042 em receita.{{citar web|url=http://boxofficemojo.com/weekend/chart/?yr=2008&wknd=16&p=.htm |t\u00edtulo=April 18\u201320, 2008 Weekend |publicado=[[Box Office Mojo]] |acessodata=2011-01-03}} O filme passou a cobrir para fora no mercado interno em $72,266,306 em vendas de ingressos totais atrav\u00e9s de uma das 9 semanas de corrida no cinema. Internacionalmente, o filme arrecadou um adicional $78,895,185 no neg\u00f3cio de bilheteria para um total mundial combinado de $151,161,491. Para 2008 como um todo, o filme teria cumulativamente classificar em uma posi\u00e7\u00e3o de desempenho de bilheteria de 43.{{citar web|url=http://boxofficemojo.com/yearly/chart/?yr=2008&p=.htm |t\u00edtulo=2008 Domestic Grosses |publicado=[[Box Office Mojo]] |acessodata=2011-01-03}}\n\n===Pr\u00eamios===\nDepois de seu lan\u00e7amento cinematogr\u00e1fico em 2008, ''Vantage Point'' ganhou o [[Golden Trailer Awards|Golden Trailer Award]] de ''Melhor Suspense''.[http://www.goldentrailer.com/awards.gta9.php 9th Annual Golden Trailer Award Winner and Nominees] {{Wayback|url=http://www.goldentrailer.com/awards.gta9.php |date=20100531070941 }}. ''[[Golden Trailer Awards]]''. Retrieved 2011-01-03. Ele tamb\u00e9m recebeu uma indica\u00e7\u00e3o dos [[Taurus World Stunt Awards]], em categoria de Melhor Trabalho com um Ve\u00edculo em 2009.[http://www.taurusworldstuntawards.com/index.php?id=134 2009 Taurus World Stunt Awards]. ''[[Taurus World Stunt Awards]]''. Retrieved 2011-01-03.\n\n{{refer\u00eancias}}\n== Leitura adicional ==\n{{refbegin}}\n* {{citar livro|\u00faltimo =Cettl |primeiro =Robert |t\u00edtulo=Terrorism in American Cinema: An Analytical Filmography, 1960\u20132008 |ano=2009 |publicado=McFarland | isbn=978-0-7864-4155-6 }}\n* {{citar livro|\u00faltimo =Mira |primeiro =Alberto |t\u00edtulo=Historical Dictionary of Spanish Cinema |series=Historical Dictionaries of Literature and the Arts |ano=2010 |publicado=The Scarecrow Press Inc | isbn=978-0-8108-5957-9 }}\n* {{citar livro|\u00faltimo =Moore |primeiro =Phil |t\u00edtulo=Straight to the Heart of Revelation: 60 Bite-Sized Insights |ano=2010 |publicado=Monarch Books | isbn=978-1-85424-990-6 }}\n* {{citar livro|\u00faltimo =Ross |primeiro =Bernard |t\u00edtulo=The Influential Fundraiser: Using the Psychology of Persuasion to Achieve Outstanding Results |ano=2008 |publicado=Jossey-Bass | isbn=978-0-7879-9404-4 }}\n* {{citar livro|\u00faltimo =Thomson |primeiro =David |t\u00edtulo=The New Biographical Dictionary of Film: Fifth Edition, Completely Updated and Expanded |ano=2010 |publicado=Knopf | isbn=978-0-307-27174-7 }}\n{{refend}}\n\n==Liga\u00e7\u00f5es externas==\n* {{oficial|http://www.sonypictures.com/homevideo/vantagepoint/}}\n* {{IMDb t\u00edtulo|0443274|Vantage Point}}\n* {{Amg t\u00edtulo|351487|Vantage Point}}\n* {{Rotten-tomatoes|vantage_point|Vantage Point}}\n* {{Metacritic film|vantagepoint|Vantage Point}}\n* {{Mojo title|vantagepoint|Vantage Point}}\n* [http://www.adorocinema.com/filmes/filme-111083/ ''Vantage Point''] no [[AdoroCinema]]\n\n\n{{Pete Travis}}\n{{Portal3|Arte|Cinema}}\n\n[[Categoria:Filmes dos Estados Unidos de 2008]]\n[[Categoria:Filmes de a\u00e7\u00e3o dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Filmes de suspense dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Filmes de a\u00e7\u00e3o da d\u00e9cada de 2000]]\n[[Categoria:Filmes de suspense da d\u00e9cada de 2000]]\n[[Categoria:Filmes em l\u00edngua inglesa]]\n[[Categoria:Filmes em l\u00edngua espanhola]]\n[[Categoria:Filmes sobre terrorismo]]\n[[Categoria:Filmes sobre pol\u00edtica]]\n[[Categoria:Filmes que se passam num dia]]\n[[Categoria:Filmes ambientados na Espanha]]\n[[Categoria:Filmes gravados no M\u00e9xico]]\n[[Categoria:Filmes da Relativity Media]]\n[[Categoria:Filmes da Columbia Pictures]]"}]},"4951519":{"pageid":4951519,"ns":0,"title":"Jacques van Meer","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Ciclista\n|lang = br\n|nome = Jacques van Meer\n|imagem = Jac-van-Meer 2007.jpg\n|imagem_tamanho = 230px\n|imagem_legenda = Jacques van Meer em 2007\n|apelido = Jacques\n|nome_completo = Jacobus van Meer\n|nascimento_data = {{dni|18|5|1958}}\n|nascimento_local = [[Wouw]], [[Pa\u00edses Baixos]]\n|morte_data = \n|morte_local = \n|pa\u00eds = {{NED}}\n|altura = 1,72 m\n|peso = 63 kg\n|equipe = \n|disciplina = Estrada\n|funcao = Ciclista\n|tipocorredor = \n|anos_amador = \n|equipes_amador = \n|anos_pro = \n|equipes_pro = \n|anos_dir = \n|equipes_dir = \n|maiores_vit = \n|medaltemplates = \n|atualizado = 30 de dezembro de 2015\n}}\n'''Jacobus \"Jacques\" van Meer''' (nascido em 18 de maio de 1958) \u00e9 um ex-[[ciclista]] [[Pa\u00edses Baixos|holand\u00eas]]. Como amador, venceu o [[Tour de Limburgo (Pa\u00edses Baixos)]] e [[Omloop der Kempen]] em 1979. Ano seguinte, conquistou o t\u00edtulo nacional na prova de estrada em 1980 e competiu neste evento nos [[Jogos Ol\u00edmpicos de Moscou 1980]], terminando na 33\u00aa posi\u00e7\u00e3o.{{citar web|URL=http://www.sports-reference.com/olympics/athletes/va/jacques-van-meer-1.html|t\u00edtulo=Jacques van Meer|autor=|data=|publicado=[[Sports Reference]]|lingua=ingl\u00eas|acessodata=30 de dezembro de 2015}} Ap\u00f3s os Jogos de Munique, se tornou profissional e competiu durante a d\u00e9cada de 1980. Seu melhor resultado em corridas da [[UCI World Tour]] foi o 28\u00ba na [[Vuelta a Espa\u00f1a 1981|Volta a Espanha]] em 1981. Em 1983, venceu [[Le Samyn]] e terminou em segundo no [[Paris-Camembert]], ambos na categoria 1.1 (corrida de um dia).{{citar web|URL=http://www.cyclingarchives.com/coureurfiche.php?coureurid=5841|t\u00edtulo=Jacques van Meer|lingua=ingl\u00eas|autor=|data=|publicado=Cycling Archives|acessodata=30 de dezembro de 2015}}\n\n== Ver tamb\u00e9m ==\n[[Lista de ciclistas ol\u00edmpicos holandeses]]\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n{{Portal3|Biografias|Ciclismo|Pa\u00edses Baixos}}\n{{esbo\u00e7o-desportista|ciclismo}}\n\n{{DEFAULTSORT:Meer, Jacques Van}}\n[[Categoria:Ciclistas ol\u00edmpicos dos Pa\u00edses Baixos]]\n[[Categoria:Ciclistas nos Jogos Ol\u00edmpicos de Ver\u00e3o de 1980]]"}]},"5300946":{"pageid":5300946,"ns":0,"title":"Cerco de Elateia (198 a.C.)","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Batalha\n | nome_batalha=Captura de Elateia\n | imagem=\n | descr=\n | conflito=[[Segunda Guerra Maced\u00f4nica]]\n |data= {{dtlink|||-198}}\n | local=[[Elateia]]\n | resultado=Vit\u00f3ria romana\n | combatente1={{nowrap|{{flagicon|Rep\u00fablica Romana}} [[Rep\u00fablica Romana]]}}\n | combatente2={{nowrap|{{flagicon|Reino da Maced\u00f4nia}} [[Reino da Maced\u00f4nia]]}}\n | comandante1={{nowrap|{{flagicon|Rep\u00fablica Romana}} [[Tito Qu\u00edncio Flaminino]]}}\n | comandante2=Desconhecido\n | for1= {{fmtn|5000}} soldados
300 cavaleiros\n | for2= Desconhecidas\n | baixas1= \n | baixas2= \n |campanha=Segunda Guerra Maced\u00f4nica\n |mapa_alfinete =Gr\u00e9cia\n|mapa_alfinete_tamanho =300\n|mapa_alfinete_r\u00f3tulo =Elateia\n|mapa_alfinete_legenda =Localiza\u00e7\u00e3o [[Elateia]] no que \u00e9 hoje a [[Gr\u00e9cia]] \n|latd=38 |latm=38|lats=0 |latNS=N\n|longd=22|longm=46|longs= 0|longEW=E\n|coord_sufixo =type:landmark_scale:4000000\n|coord_t\u00edtulo =s\n}}\nA '''Captura de Elateia''' foi a ocupa\u00e7\u00e3o militar romana da cidade grega de [[Elateia]] em 198 a.C. no contexto da [[Segunda Guerra Maced\u00f4nica]].\n\n== Batalha ==\nDepois do fracassado cerco de [[Corinto]], em 198 a.C., o [[c\u00f4nsul romano]] [[Tito Qu\u00edncio Flaminino]] marchou com seu ex\u00e9rcito at\u00e9 [[Elateia]] e [[cerco]]u a cidade, atacando as muralhas com um [[ar\u00edete]]. Depois de demolir uma parte da muralha, parte do ex\u00e9rcito romano passou a lutar diretamente com a guarni\u00e7\u00e3o [[Reino da Maced\u00f4nia|maced\u00f4nica]] que defendia o local para impedir invas\u00e3o. Enquanto isto, o restante do ex\u00e9rcito escalaram a muralha em v\u00e1rios pontos diferentes e os defensores e habitantes da cidade, surpreendidos pelo ataque, correram para a [[Acr\u00f3pole]], onde se refugiaram. Em troca de [[salvo conduto]], os defensores se renderam a Flaminino, que saqueou a cidade e levou consigo um grande butim para seus acampamentos de inverno na [[F\u00f3cida]] e na [[L\u00f3crida]].\n\n== Referencias == \n{{refbegin}}\n* {{citar livro|sobrenome = Krzysztof| nome = K\u0119ciek| t\u00edtulo = Kynoskefalaj 197 p.n.e. |editora = Wyd. Bellona| local = Vars\u00f3via| ano = 2002| isbn = | l\u00edngua = polon\u00eas}}\n{{refend}}\n\n[[Categoria:198 a.C.]]\n[[Categoria:Segunda Guerra Maced\u00f4nica|Elateia]]\n[[Categoria:Batalhas do s\u00e9culo II a.C.|Elateia]]\n[[Categoria:Batalhas envolvendo a Gr\u00e9cia Antiga]]\n[[Categoria:Cercos envolvendo a Rep\u00fablica Romana]]\n[[Categoria:Batalhas envolvendo a Maced\u00f4nia antiga]]"}]},"512004":{"pageid":512004,"ns":0,"title":"Chiquitanos","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Ver desambig|prefixo=se procura|pela l\u00edngua da fam\u00edlia lingu\u00edstica chiquito, falada pelos chiquitanos|l\u00edngua chiquitana}}\n{{Info/Grupo \u00e9tnico\n |imagem = [[Imagem:Chiquitos.jpg|250px]]\n |legenda_imagem = Chiquitos retratados por Alcides d'Orbigny no s\u00e9culo 19\n |grupo = Chiquitanos
(Chiquito)\n |popula\u00e7\u00e3o = 88.358\n |regi\u00e3o1\t = {{BOL}}\n |popula\u00e7\u00e3o1 = 87.885\n |ref1 = Censo Nacional de Poblacion y Viviendas, 2012{{citar web|url=http://pib.socioambiental.org/pt/c/quadro-geral|t\u00edtulo=Quadro Geral dos Povos|obra=Enciclop\u00e9dia dos Povos Ind\u00edgenas no Brasil|\u00faltimo=Instituto Socioambiental|acessodata=17 de setembro de 2017}}\n |regi\u00e3o2 = {{BRA}} ([[Mato Grosso|MT]])\n |popula\u00e7\u00e3o2 = 473\n |ref2 = Siasi/Funasa, 2012\n |l\u00ednguas = [[L\u00edngua chiquitana]], [[l\u00edngua portuguesa]], [[l\u00edngua castelhana]]\n |religi\u00f5es = [[Cristianismo]]\n}}\n\nOs '''chiquitanos'''''Instituto Humanitas Unisinos''. Dispon\u00edvel em http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/507557-chiquitanos-e-a-busca-pelo-territorio-entrevista-especial-com-aloir-pacini. Acesso em 10 de novembro de 2014. ou '''chiquitos'''FERREIRA, A. B. H. ''Novo dicion\u00e1rio da l\u00edngua portuguesa''. 2\u00aa edi\u00e7\u00e3o. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 397. s\u00e3o um grupo [[Povos amer\u00edndios|ind\u00edgena]] que habita o oeste do [[Unidades federativas do Brasil|estado brasileiro]] do [[Mato Grosso]] (Terra Ind\u00edgena Lago Grande) e o leste da [[Bol\u00edvia]].\n\n== Hist\u00f3ria ==\n\nO grupo \u00e9tnico que atualmente \u00e9 conhecido como '''chiquitos''' na verdade resulta do agrupamento de diferentes povos nativos com culturas e l\u00ednguas distintas.\n\nA denomina\u00e7\u00e3o foi utilizada pela primeira vez por cronistas da expedi\u00e7\u00e3o de [[Nuflo de Chaves]] que, em 1557, foi atacada por nativos, que passaram a designados como: \"''chiquitos''\".\n\nH\u00e1 fontes que afirmam que essa denomina\u00e7\u00e3o decorre do fato de que os espanh\u00f3is observaram que a entrada de suas habita\u00e7\u00f5es era muito baixa[http://www.carlospage.com.ar/wp-content/2008/06/chiquitos-1y2.pdf Hans Roth, un emblema de las reducciones jesu\u00edticas de Chiquitos], em espanhol, acesso em 04 de mar\u00e7o de 2017..\n\nUma das caracter\u00edsticas que os espanh\u00f3is utilizaram para distinguir esse grupo \u00e9tnico dos demais, foi a utiliza\u00e7\u00e3o de flechas envenenadas.\n\nA denomina\u00e7\u00e3o \"chiquitos\" era uma denomina\u00e7\u00e3o gen\u00e9rica que n\u00e3o identificava um \u00fanico grupo \u00e9tnico que, foi utilizada pelos espanh\u00f3is, inicialmente, para se referir aos [[trabasicosis]] (tamb\u00e9m conhecidos como [[tobacicosis]]) e aos [[gorgotoguis]]. Em um momento posterior, essa denomina\u00e7\u00e3o passou a ser utilizada para se referir aos m\u00faltiplos grupos ou na\u00e7\u00f5es nativas que viviam no planalto bordejado pelas terras baixas do [[Pantanal|pantanal mato-grossense]], entre a [[plan\u00edcie amaz\u00f4nica]] e os contrafortes da [[Cordilheira dos Andes]].\n\nPraticavam a agricultura nas \u00e9pocas chuvosas (de outubro a maio), plantando nas colinas. Depois da colheita, com o come\u00e7o da esta\u00e7\u00e3o seca, dedicavam-se \u00e0 ca\u00e7a, at\u00e9 que come\u00e7asse uma \u00e9poca chuvosa para semearem os campos.\n\nA estrutura s\u00f3cio-econ\u00f4mica dos chiquitanos era muito similar \u00e0 dos [[guaranis]]. Sua principal atividade econ\u00f4mica era a agricultura, mas tamb\u00e9m se dedicavam \u00e0 ca\u00e7a, \u00e0 pesca e a coleta. Esse povo n\u00e3o adotava a propriedade individual do solo[http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/3806/1/000404165-Texto%2bCompleto-0.pdf MISS\u00c3O JESU\u00cdTICA COLONIAL NA AMAZ\u00d4NIA MERIDIONAL: SANTA ROSA DE MOJO UMA MISS\u00c3O NUM ESPA\u00c7O DE FRONTEIRA (1743-1769)] {{Wayback|url=http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/3806/1/000404165-Texto%2bCompleto-0.pdf |date=20180117131253 }}, acesso em 16 de janeiro de 2018..\n\nA partir de 1691, os [[jesu\u00edtas]] passaram a formar dez [[Chiquitos (miss\u00f5es jesu\u00edticas)|redu\u00e7\u00f5es]] de \"chiquitos\". Em cada povoado foram juntadas pessoas de cinco a oito povos diferentes[http://www.ppghis.com/territorios&fronteiras/index.php/v03n02/article/view/164 \u00cdNDIOS DE MOJO E CHIQUITOS NO CONTEXTO COLONIAL IB\u00c9RICO DO S\u00c9CULO XVI AO XVIII], acesso em 26 de novembro de 2017.\n\nNessas [[Miss\u00f5es jesu\u00edticas na Am\u00e9rica|miss\u00f5es]], os \u00edndios eram protegidos de [[bandeirantes]] e ''[[Encomienda|encomenderos]]'', mas eram obrigados a se converter ao [[cristianismo]] e a trabalhar para os jesu\u00edtas. Ap\u00f3s a expuls\u00e3o dos jesu\u00edtas pelo governo espanhol em 1767, os \u00edndios continuaram na regi\u00e3o.\n\nA partir da d\u00e9cada de 1970, o territ\u00f3rio come\u00e7ou a ser loteado e ocupado por fazendeiros.''Povos ind\u00edgenas no Brasil''. Dispon\u00edvel em http://pib.socioambiental.org/pt/povo/chiquitano/415. Acesso em 10 de novembro de 2014. Em 1998, com os [[Estudo de Impacto Ambiental|estudos de impacto ambiental]] do [[gasoduto Bol\u00edvia-Brasil]], os chiquitanos, at\u00e9 ent\u00e3o completamente desconhecidos no Brasil, se tornaram conhecidos no pa\u00eds. Atualmente, os \u00edndios chiquitanos lutam pela posse legal de suas terras tradicionais, que se encontram ocupadas por fazendeiros.\n\n{{Refer\u00eancias|col=2}}\n\n==Liga\u00e7\u00f5es externas==\n{{Correlatos\n| commonscat = Jesuit Missions of the Chiquitos\n}}\n* [http://www.etnolinguistica.org/lingua:chiquitano Chiquitano (B\u00e9s\u0268ro)] no Cat\u00e1logo de L\u00ednguas Ind\u00edgenas Sul-Americanas\n* {{link|pt|2=https://pib.socioambiental.org/pt/povo/chiquitano|3=Povos Ind\u00edgenas no Brasil - Chiquitano}}\n\n{{esbo\u00e7o-ind\u00edgena}}\n{{Povos ind\u00edgenas do Brasil|estado=collapsed}}\n{{Portal3|\u00cdndios do Brasil|Antropologia|Brasil}}\n\n[[Categoria:Chiquitanos| ]]"}],"images":[{"ns":6,"title":"Ficheiro:Chiquitos.jpg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Commons-logo.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Disambig grey.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of Bolivia.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of Brazil.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Huari pottery 01.png"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:P anthropology.png"}]},"2600536":{"pageid":2600536,"ns":0,"title":"Take One (\u00e1lbum)","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/\u00c1lbum\n |Nome = Take One\n |Tipo = est\u00fadio\n |Artista = [[Adam Lambert]]\n |Lan\u00e7ado = 17 de Novembro de 2010\n |Gravado = [[2009]]\n |G\u00eanero = [[Pop rock]]\n |Dura\u00e7\u00e3o = 56:04\n |Idioma = Ingl\u00eas\n |Formato = [[CD]]\n |Gravadora = Rufftown Records\n |Cr\u00edtica = * [[allmusic]] {{Rating|2|5}} [http://www.allmusic.com/album/take-one-r1705556 link]\n |Cronologia = \n |\u00daltimo \u00e1lbum = \n |Este \u00e1lbum = '''''Take One'''''
(2009)\n |Pr\u00f3ximo \u00e1lbum = ''[[For Your Entertainment]]''
(2009)\n| Miscel\u00e2neo = {{Singles\n | Nome = Take One\n | Tipo = est\u00fadio\n | Single 1 = December (promocional)\n | Single 1 data = [[2009]]\n }}\n}}\n\n'''''Take One''''' \u00e9 o primeiro \u00e1lbum n\u00e3o-oficial do cantor americano e vice-campe\u00e3o da oitava edi\u00e7\u00e3o do [[American Idol#Oitava temporada|American Idol]], [[Adam Lambert]], contendo grava\u00e7\u00f5es feitas durante seu trabalho como m\u00fasico (antes de sua estada no American Idol), mas s\u00f3 liberadas ap\u00f3s a competi\u00e7\u00e3o. Foi lan\u00e7ado em 17 de Novembro de 2009.\n\n== Informa\u00e7\u00f5es sobre o \u00e1lbum ==\n\nEste \u00e1lbum \u00e9 uma cole\u00e7\u00e3o de grava\u00e7\u00f5es feitas por Adam em 2005, enquanto trabalhava como [[m\u00fasico de sess\u00e3o]]. Com muitas dificuldades, uma vez que m\u00fasicos que mais tarde alcan\u00e7am o estrelato, as m\u00fasicas s\u00f3 foram liberadas apenas quando ele alcan\u00e7ou esse \u00eaxito. Take One foi lan\u00e7ado no mesmo m\u00eas de lan\u00e7amento do seu primeiro \u00e1lbum de est\u00fadio, [[For Your Entertainment]].\n\n== Recep\u00e7\u00e3o Cr\u00edtica ==\n\nA resposta da cr\u00edtica para Take One foi mista. A [[Allmusic]] Guide disse que \"As can\u00e7\u00f5es n\u00e3o s\u00e3o horr\u00edveis, mas elas n\u00e3o est\u00e3o e nem s\u00e3o memor\u00e1veis performances de Adam, mas isso \u00e9 injusto para com ele: estas grava\u00e7\u00f5es foram projetadas para vender pouco, sem pensar nas aspira\u00e7\u00f5es comerciais e a quest\u00e3o toda \u00e9 para mostrar a letra e a melodia. Adam absolve-se a este respeito, soando como nada mais do que um cantor demo, porque essa era, afinal, a sua condi\u00e7\u00e3o\".{{citar web|url=http://www.allmusic.com/cg/amg.dllp=amg&sql=10:kiftxzrsldae~T1|t\u00edtulo=allmusic ((( Take One > Overview )))|publicado=[[Allmusic]]|autor =Stephen Thomas Erlewine|acessodata=2009-12-21}}\n\n== Lista de Faixas ==\n{{Lista de faixas\n| fechado = \n| topo = \n| dura\u00e7\u00e3o_total = \n\n| toda_composi\u00e7\u00e3o = Michael Burtscher \n| toda_letra = Michael Burtscher\n| toda_m\u00fasica = \n| toda_dire\u00e7\u00e3o = \n\n| t\u00edtulo1 = Climb\n| dura\u00e7\u00e3o1 = 4:39\n\n| t\u00edtulo2 = December\n| dura\u00e7\u00e3o2 = 3:29\n\n| t\u00edtulo3 = Fields\n| dura\u00e7\u00e3o3 = 3:42\n\n| t\u00edtulo4 = Did You Need it\n| dura\u00e7\u00e3o4 = 5:09\n\n| t\u00edtulo5 = More Than\n| dura\u00e7\u00e3o5 = 3:16\n\n| t\u00edtulo6 = Wonderful\n| dura\u00e7\u00e3o6 = 4:19\n\n| t\u00edtulo7 = Castle Man\n| dura\u00e7\u00e3o7 = 5:04\n\n| t\u00edtulo8 = Hourglass\n| dura\u00e7\u00e3o8 = 4:49\n\n| t\u00edtulo9 = Light Falls Away\n| dura\u00e7\u00e3o9 = 7:12\n\n| t\u00edtulo10 = First Light\n| dura\u00e7\u00e3o10 = 2:39\n\n| t\u00edtulo11 = Want (December Remix)\n| dura\u00e7\u00e3o11 = 3:26\n\n| t\u00edtulo12 = Spotlight (Did You Need It Remix)\n| dura\u00e7\u00e3o12 = 4:22\n\n| t\u00edtulo13 = On With The Show (Fields Remix)\n| dura\u00e7\u00e3o13 = 4:06\n\n}}\n\n== Cr\u00e9ditos ==\n\n* Malcolm Welsford - [[Produtor]], [[Engenheiro]], [[Mixagem|Mixador]]\n* John Armstrong - Engenheiro Assistente\n* Mark Endert - Produ\u00e7\u00e3o adicional ([[Maroon 5]], [[The Fray]], [[Fiona Apple]])\n* Bernie Grundman - [[Masteriza\u00e7\u00e3o]]\n* [[Adam Lambert]] - [[Vocais]]\n* Marcus Brown - [[Baixo]], [[Piano]]\n* [[Stuart Pearce]] - [[Arranjo]]s\n* Monte Pittman - [[Guitarra]]\n* Steve Sidelnyk - [[Bateria]]\n* Emma Bogren - [[Fotografia]]\n\n== Desempenho nas paradas musicais ==\n\n=== Posi\u00e7\u00f5es ===\n\n{{col-begin}}\n{{col-2}}\n{| class=\"wikitable\"\n|-\n! [[Parada musical]] (2009)\n! Melhor
posi\u00e7\u00e3o\n|-\n| {{EUA}} - [[Billboard 200]]{{citar web|url=http://www.billboard.com/#/artist/adam-lambert/chart-history/1100123?f=305&g=Albums|t\u00edtulo=Adam Lambert Album & Song Chart History : Billboard.com|publicado=[[Billboard (revista)]]|acessodata=2009-12-21}}\n| align=\"center\"| 76\n|-\n| {{EUA}} - Billboard Top Independent Albums\n| align=\"center\"| 6\n|}\n\n{{col-2}}\n\n=== Certifica\u00e7\u00f5es e vendas ===\n{| class=\"wikitable\"\n!align=\"center\"|Pa\u00eds\n!align=\"center\"|Certificador\n!align=\"center\"|Vendas\n|-\n|align=\"left\"|{{EUA}}\n|align=\"center\"|[[Recording Industry Association of America|RIAA]]\n|align=\"center\"|48,000http://content.usatoday.com/communities/idolchatter/post/2009/12/carrie-underwood-plays-on-through-christmas-in-idol-album-sales/1\n|-\n|}\n{{Fim}}\n\n== Hist\u00f3rico de Lan\u00e7amento ==\n{| class=\"wikitable\"\n! Ano\n! Data de lan\u00e7amento\n! Tipo\n! Gravadora\n! Cat\u00e1logo\n|-\n| 2009\n| [[17 de Novembro]] de [[2009]]\n| [[CD]]\n| Rufftown Records\n| 20097\n|-\n|}\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n{{Adam Lambert}}\n\n[[Categoria:\u00c1lbuns de 2009]]\n[[Categoria:\u00c1lbuns de Adam Lambert]]\n[[Categoria:\u00c1lbuns demo]]"}]},"1412712":{"pageid":1412712,"ns":0,"title":"Mountville (Pensilv\u00e2nia)","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Localidade dos Estados Unidos\n|nome = Mountville\n|imagem = Mountville Community Center.jpg\n|imagem_legenda = \n|estado = Pensilv\u00e2nia\n|condado = [[Condado de Lancaster (Pensilv\u00e2nia)|Condado de Lancaster]]\n|popula\u00e7\u00e3o = 2799\n|data_pop = 2006\n|\u00e1rea = 2.2\n|\u00e1rea_\u00e1gua = 0.0\n|latG = 40\n|latM = 2\n|latS = 23\n|latP = N\n|lonG = 76\n|lonM = 25\n|lonS = 56\n|lonP = W\n|coord_t\u00edtulo = s\n|altitude = \n|c\u00f3digoFIPS = 52016\n|tipo = distrito\n|mapa_detalhado = \n|data_funda\u00e7\u00e3o = \n|incorpora\u00e7\u00e3o = \n|web = \n}}\n\n'''Mountville''' \u00e9 um [[distrito]] localizado no [[Estados dos Estados Unidos da Am\u00e9rica|estado]] [[Estados Unidos da Am\u00e9rica|norte-americano]] de [[Pensilv\u00e2nia]], no [[Condado de Lancaster (Pensilv\u00e2nia)|Condado de Lancaster]].\n\n== Demografia ==\nSegundo o [[Censo demogr\u00e1fico|censo]] norte-americano de 2000, a sua popula\u00e7\u00e3o era de 2444 [[habitante]]s.{{citar web |url=http://www.census.gov/Press-Release/www/2001/sumfile1.html# |titulo=U.S. Census Bureau. Census 2000 Summary File 1 |acessodata=30 de outubro de 2007 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20100111104338/http://www.census.gov/Press-Release/www/2001/sumfile1.html# |arquivodata=11 de janeiro de 2010 |urlmorta=yes }}\nEm 2006, foi estimada uma popula\u00e7\u00e3o de 2799,[http://www.census.gov/popest/datasets.html U.S. Census Bureau. Estimativa da popula\u00e7\u00e3o (julho de 2006)] um aumento de 355 (14.5%).\n\n== Geografia ==\nDe acordo com o '''[[United States Census Bureau]]''' tem uma [[\u00e1rea]] de\n2,2 [[km\u00b2]], dos quais 2,2 km\u00b2 cobertos por terra e 0,0 km\u00b2 cobertos por [[\u00e1gua]].\n\n== Localidades na vizinhan\u00e7a ==\nO diagrama seguinte representa as [[localidade]]s num [[Raio (geometria)|raio]] de 12 km ao redor de Mountville.\n
\n[[Ficheiro:Blank map.svg|400px|left|Localidades na vizinhan\u00e7a]]\n{{Image label|x=0.5|y=0.5|scale=400|text=[[Ficheiro:Map pointer black.svg|20px|Mountville]]'''Mountville'''}}\n{{Image label|x=0.294|y=0.528|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|18px|Localidade com 10311 habitantes (2000).]] [[Columbia (Pensilv\u00e2nia)|Columbia]] (6 km)}}\n{{Image label|x=0.755|y=0.249|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|14px|Localidade com 4450 habitantes (2000).]] [[East Petersburg (Pensilv\u00e2nia)|East Petersburg]] (10 km)}}\n{{Image label|x=0.218|y=0.785|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|8px|Localidade com 678 habitantes (2000).]] [[East Prospect (Pensilv\u00e2nia)|East Prospect]] (11 km)}}\n{{Image label|x=0.909|y=0.500|scale=400|text=[[Ficheiro:Dot-yellow.svg|20px|Localidade com 56348 habitantes (2000).]] [[Lancaster (Pensilv\u00e2nia)|Lancaster]] (11 km)}}\n{{Image label|x=0.105|y=0.428|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|12px|Localidade com 2689 habitantes (2000).]] [[Marietta (Pensilv\u00e2nia)|Marietta]] (11 km)}}\n{{Image label|x=0.759|y=0.640|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|16px|Localidade com 7774 habitantes (2000).]] [[Millersville (Pensilv\u00e2nia)|Millersville]] (8 km)}}\n{{Image label|x=0.249|y=0.208|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|16px|Localidade com 6765 habitantes (2000).]] [[Mount Joy (Pensilv\u00e2nia)|Mount Joy]] (10 km)}}\n{{Image label|x=0.553|y=0.271|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|14px|Localidade com 4771 habitantes (2000).]] [[Salunga-Landisville (Pensilv\u00e2nia)|Salunga-Landisville]] (6 km)}}\n{{Image label|x=0.184|y=0.564|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|10px|Localidade com 2223 habitantes (2000).]] [[Wrightsville (Pensilv\u00e2nia)|Wrightsville]] (9 km)}}\n
{{limpar|left}}\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n* {{City-data|Mountville|Pennsylvania}}\n{{Controle de autoridade}}\n\n[[Categoria:Distritos da Pensilv\u00e2nia]]"}]},"500723":{"pageid":500723,"ns":0,"title":"Carla Maciel","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Ator\n |lang = pt\n |nome = Carla Maciel\n |imagem = \n |descri\u00e7\u00e3o = Carla Maciel\n |nome_denascimento = Carla Maximiniano de S\u00e1 Maciel\n |nascimento_data = {{dni|3|9|1974}}\n |nascimento_local = [[Porto]], {{PRT}}\n |nacionalidade = {{PRTn|a}}\n |morte_data = \n |morte_local = \n |educa\u00e7\u00e3o = \n |resid\u00eancia =\n |ocupa\u00e7\u00e3o = [[atriz]]\n |atividade = \n |nome_m\u00e3e = \n |nome_pai = \n |parentesco = \n |filhos = Lu\u00edsa Maciel Waddington
M\u00e1rio Maciel Waddington\n |c\u00f4njuge = [[Gon\u00e7alo Waddington]]\n |sophia =\n |globos_ouro =\n |outros_pr\u00eamios = \n |outros_pr\u00e9mios =\n |indica\u00e7\u00f5es = \n |nomea\u00e7\u00f5es = \n |site_oficial = \n |IMDB_id = 0532778\n}}\n'''Carla Maciel''' ([[Porto]], [[3 de setembro]] de [[1974]]) \u00e9 uma [[actriz]] [[Portugueses|portuguesa]].\n\n== Biografia ==\nAtriz desde 1994, trabalhou em teatro com [[Miguel Seabra]], [[Gon\u00e7alo Amorim]], Nuno Pinho Cust\u00f3dio, Solveig Nordlung, [[Marco Martins]], Sofia Dias, V\u00edtor Roriz, [[Beatriz Batarda]] e recentemente com [[Tiago Rodrigues]] em ''Madame Bovary'' e [[Gon\u00e7alo Waddington]] em ''Albertine'', baseado na obra ''[[Em Busca do Tempo Perdido]]'' de [[Marcel Proust]].{{citar web|url=https://www.publico.pt/2014/09/26/culturaipsilon/noticia/em-busca-da-albertine-perdida-ou-uma-viagem-no-tempo-com-marcel-proust-1670875|titulo=Em busca da Albertine perdida, ou uma viagem no tempo com Marcel Proust|data=2014-9-26|publicado=P\u00fablico|acessodata=2018-10-2}}\n\nIntegrou v\u00e1rios projectos de [[televis\u00e3o]] para a [[RTP]], a [[SIC]] e a [[TVI]], como por exemplo, ''[[Fala-me de Amor]]'', ''[[Odisseia (s\u00e9rie de televis\u00e3o)|Odisseia]]'', ''[[Os Nossos Dias]]'', ''[[La\u00e7os de Sangue]]'' ou ''[[Mulheres de Abril]]''.{{citar web|url=https://espalhafactos.com/2013/09/02/conheca-os-nossos-dias-a-nova-novela-da-rtp1/|titulo='Os Nossos Dias' \u00e9 nova novela low cost da hora do almo\u00e7o da RTP1|data=2013-9-2|autor=Andr\u00e9 Pereira|publicado=Espalha-Factos|acessodata=2018-10-2}}\n\nEm cinema, colaborou com cineastas como [[Tiago Guedes]] e [[Marco Martins]], e recentemente em ''[[As Mil e Uma Noites (2015)|As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado]]'' de [[Miguel Gomes]] e ''[[Capit\u00e3o Falc\u00e3o]]'' de Jo\u00e3o Leit\u00e3o.{{citar web|url=https://www.rtp.pt/cinemax/?t=Capitao-Falcao-estreia-se-dia-23-abril.rtp&article=12082&visual=2&layout=8&tm=36|titulo=\"Capit\u00e3o Falc\u00e3o\" estreia-se dia 23 abril|data=2015-3-20|publicado=Cinemax|acessodata=2018-10-2}}\n\n== Vida pessoal ==\nA atriz \u00e9 casada com o actor [[Gon\u00e7alo Waddington]], de quem tem uma filha e um filho, Lu\u00edsa Maciel Waddington, nascida em 2004, e M\u00e1rio Maciel Waddington, nascido em 2009.{{citar web|url=http://caras.sapo.pt/famosos/2015-05-18-Goncalo-Waddington-e-Carla-Maciel-elogiam-o-trabalho-um-do-outro|titulo=Gon\u00e7alo Waddington e Carla Maciel elogiam o trabalho um do outro|data=2015-5-18|publicado=Caras|acessodata=2018-10-2}}\n\n== Filmografia ==\n=== Televis\u00e3o ===\n{| class=\"wikitable sortable\"\n!Ano\n!T\u00edtulo\n!Papel\n!Canal\n|-\n|1992\n|''Clube da Manh\u00e3''\n|Sketches\n| rowspan=\"5\" |[[RTP1]]\n|-\n|1995\n|''[[Os Andrades]]''\n|Marta\n|-\n|1996\n|''Av\u00f3s e Netos''\n|\n|-\n|1997\n|''Fatima''\n|\n|-\n|1999-2000\n|''Cruzamentos''\n|Suzana\n|-\n|2000\n|''M\u00e9dico de Fam\u00edlia''\n|L\u00facia\n|[[SIC]]\n|-\n|2000\n|''[[Almeida Garrett (s\u00e9rie de televis\u00e3o)|Almeida Garrett]]''\n|Maria Kruz\n|[[RTP1]]\n|-\n|2000\n|''[[Crian\u00e7as SOS]]''\n|M\u00e3e de Eul\u00e1lia\n|[[TVI]]\n|-\n|2000\n|''Alta Fidelidade''\n|Ana\n|[[SIC]]\n|-\n|2000-2001\n|''[[Ajuste de Contas]]''\n|Id\u00e1lia\n| rowspan=\"3\" |[[RTP1]]\n|-\n|2001\n|''Maiores de 20''\n|Vera\n|-\n|2001\n|''[[A Senhora das \u00c1guas]]''\n|Vanessa Saias\n|-\n|2002\n|''[[Super Pai]]''\n|Cec\u00edlia\n|[[TVI]]\n|-\n|2003\n|''O Meu S\u00f3sia E Eu''\n|Isabel\n|[[RTP1]]\n|-\n|2003\n|''[[O Teu Olhar]]''\n|Marta Ribeiro\n|[[TVI]]\n|-\n|2003-2004\n|''[[Lusitana Paix\u00e3o]]''\n|Clara\n|[[RTP1]]\n|-\n|2003-2004\n|''Pepe Carvalho''\n|Charo\n|[[Arte (canal de televis\u00e3o)|Arte]]\n|-\n|2004\n|''[[Inspetor Max|Inspector Max]]''\n|Iva\n| rowspan=\"2\" |[[TVI]]\n|-\n|2004\n|''[[Ba\u00eda das Mulheres]]''\n|Concei\u00e7\u00e3o Pereira\n|-\n|2005\n|''Tudo Sobre...''\n|V\u00e1rias personagens\n|[[RTP1]]\n|-\n|2006\n|''[[Fala-me de Amor]]''\n|Fernanda Ramos\n|[[TVI]]\n|-\n|2007-2008\n|''[[Resistirei]]''\n|Marta Tavares\n|[[SIC]]\n|-\n|2009\n|''[[Pai \u00e0 For\u00e7a]]''\n|Clara\n|[[RTP1]]\n|-\n|2010-2011\n|''[[La\u00e7os de Sangue]]''\n|Gabriela Miranda\n|[[SIC]]\n|-\n|2011\n|''[[Maternidade (s\u00e9rie de televis\u00e3o)|Maternidade]]''\n|\n| rowspan=\"3\" |[[RTP1]]\n|-\n|2011\n|''[[Tempo Final]]''\n|In\u00eas\n|-\n|2012\n|''A Viagem do Sr. Ulisses''\n|\u00c2ngela\n|-\n|2013\n|''Maison close''\n|Patronesse Foyer\n|[[Canal+]]\n|-\n|2013\n|''[[Odisseia (s\u00e9rie de televis\u00e3o)|Odisseia]]''\n|Carla\n| rowspan=\"6\" |[[RTP1]]\n|-\n|2013-2015\n|''[[Os Nossos Dias]]''\n|Lu\u00edsa Caetano\n|-\n|2014\n|''[[Mulheres de Abril]]''\n|Patr\u00edcia\n|-\n|2016\n|''[[Os Boys]]''\n|Ana\n|-\n|2018\n|''[[Teorias da Conspira\u00e7\u00e3o]]''\n|Maria Amado\n|-\n|2018\n|''[[Sara (s\u00e9rie de televis\u00e3o)|Sara]]''\n|Andreia\n|}\n\n=== Cinema ===\n{| class=\"wikitable sortable\"\n!Ano\n!T\u00edtulo\n!Papel\n|-\n|1999\n|''Jaime''\n|Fil\u00f3\n|-\n|2000\n|''Tr\u00e2nsito Local''\n|\n|-\n|2005\n|''[[Adriana (filme)|Adriana]]''\n|Lu\u00edsa\n|-\n|2005\n|''[[Alice (2005)|Alice]]''\n|M\u00f3nica\n|-\n|2009\n|''Kinotel''\n|Mulher\n|-\n|2009\n|''[[Como Desenhar um C\u00edrculo Perfeito]]''\n|Natacha\n|-\n|2010\n|''Nenhum Nome''\n|Her\n|-\n|2011\n|''[[A Morte de Carlos Gardel]]''\n|Raquel Jovem\n|-\n|2012\n|''Lu\u00eds''\n|Cam\u00f5es\n|-\n|2013\n|''Sussurro''\n|M\u00e3e\n|-\n|2013\n|''Imaculado''\n|\n|-\n|2015\n|''[[Capit\u00e3o Falc\u00e3o]]''\n|Mulher do Capit\u00e3o Falc\u00e3o\n|-\n|2015\n|''[[As Mil e Uma Noites (2015)|As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado]]''\n|Nora\n|-\n|2016\n|''[[S\u00e3o Jorge (filme)|S\u00e3o Jorge]]''\n|\n|-\n|2017\n|''[[Uma Vida \u00e0 Espera]]''\n|Senhora\n|-\n|2017\n|''Coelho Mau''\n|\n|-\n|2018\n|''[[Diamantino (filme)|Diamantino]]''\n|\n|-\n|2018\n|''Pas de Confettis''\n|\n|-\n|2018\n|''[[Parque Mayer (filme)|Parque Mayer]]''\n|\n|}\n\n{{Refer\u00eancias}}\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n* {{link|1=en|2=http://www.imdb.com/name/nm0532778/|3=Perfil|4=no IMDB}}\n\n{{esbo\u00e7o-atriz}}\n\n[[Categoria:Naturais do Porto]]\n[[Categoria:Atores do distrito do Porto]]\n[[Categoria:Atrizes de televis\u00e3o de Portugal]]"}],"images":[{"ns":6,"title":"Ficheiro:Crystal Clear app demo.png"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of Portugal.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:P culture.svg"}]},"4868168":{"pageid":4868168,"ns":0,"title":"Beverston","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Assentamento\n\n|nome_oficial = Beverston\n\n|assentamento_tipo = [[Par\u00f3quias civis na Inglaterra|Par\u00f3quia civil]]\n\n|imagens_tamanho =250px\n\n|imagem_horizonte =Beverston Castle.jpg \n\n|imagem_tamanho =\n\n|imagem_legenda =[[Castelo de Beverston]]\n\n|imagem_bandeira =\n\n|bandeira_tamanho =\n\n|imagem_selo =\n\n|selo_tamanho =\n\n|imagem_escudo =\n\n|escudo_tamanho =\n\n|imagem_emblema_vazio =\n\n|apelido =\n\n|lema =\n\n|imagem_mapa =\n\n|mapa_tamanho =150px\n\n|mapa_legenda =\n\n|imagem_mapa_ponto =\n\n|mapa_ponto_tamanho =\n\n|mapa_ponto_legenda =\n\n|ponto_x = |ponto_y =\n\n|mapa_alfinete =\n\n|mapa_alfinete_posi\u00e7\u00e3o =\n\n|mapa_alfinete_tamanho =\n\n|mapa_alfinete_legenda =\n\n|latd =51 |latm =39 |lats = |latNS =N\n\n|longd =2 |longm =12 |longs = |longEW =W\n\n|subdivis\u00e3o_tipo = [[Lista de Estados soberanos|Estado soberano]]\n\n|subdivis\u00e3o_nome =[[Reino Unido]]\n\n|subdivis\u00e3o_tipo1 = [[Pa\u00edses do Reino Unido|Na\u00e7\u00e3o constituinte]]\n\n|subdivis\u00e3o_nome1 =[[Inglaterra]]\n\n|subdivis\u00e3o_tipo2 = [[Regi\u00f5es da Inglaterra|Regi\u00e3o]]\n\n|subdivis\u00e3o_nome2 =[[Sudoeste da Inglaterra]]\n\n|subdivis\u00e3o_tipo3 = [[Condados cerimoniais da Inglaterra|Condado cerimonial]]\n\n|subdivis\u00e3o_nome3 =[[Gloucestershire ]]\n\n|subdivis\u00e3o_tipo4 =[[Distrito n\u00e3o-metropolitano]]\n\n|subdivis\u00e3o_nome4 =[[Cotswold (distrito)|Cotswold]]\n\n|estabelecido_t\u00edtulo =\n\n|estabelecido_data =\n\n|fundador =\n\n|nomeado_por =\n\n|sede_tipo =\n\n|sede =\n\n|governo_notas =\n\n|governo_tipo =\n\n|l\u00edder_partido =\n\n|l\u00edder_t\u00edtulo =\n\n|l\u00edder_nome =\n\n|l\u00edder_t\u00edtulo1 =\n\n|l\u00edder_nome1 =\n\n|total_tipo =\n\n|unid_pref = Metric\n\n|\u00e1rea_notas =\n\n|\u00e1rea_magnitude =\n\n|\u00e1rea_total_km2 =10.84\n\n|\u00e1rea_total_sq_mi =\n\n|\u00e1rea_total_dunam =\n\n|\u00e1rea_terra_km2 =\n\n|\u00e1rea_terra_sq_mi =\n\n|\u00e1rea_\u00e1gua_km2 =\n\n|\u00e1rea_\u00e1gua_sq_mi =\n\n|\u00e1rea_\u00e1gua_percent =\n\n|altitude_notas =\n\n|altitude_m =\n\n|altitude_ft =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_notas =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_total =129\n\n|popula\u00e7\u00e3o_em =2011\n\n|popula\u00e7\u00e3o_densidade_km2 =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_densidade_sq_mi =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_est =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_est_em =\n\n|popula\u00e7\u00e3o_obs =\n\n|gent\u00edlico =\n\n|timezone =\n\n|utc_offset =\n\n|timezone_DST =\n\n|utc_offset_DST =\n\n|c\u00f3digo_postal_tipo =\n\n|c\u00f3digo_postal =\n\n|c\u00f3digo_\u00e1rea_tipo =\n\n|c\u00f3digo_\u00e1rea =\n\n|s\u00edtio =\n\n|notas =\n\n}}\n\n'''Baunton''' \u00e9 uma [[Par\u00f3quias civis na Inglaterra|par\u00f3quia]] e aldeia do [[Cotswold (distrito)|distrito de Cotswold]], no [[Condados da Inglaterra|condado de Gloucestershire]], na [[Inglaterra]]. De acordo com o [[Censo de 2011 do Reino Unido|Censo de 2011]], tinha 299 habitantes. Tem uma \u00e1rea de 6,95km\u00b2.[https://www.nomisweb.co.uk/query/asv2htm.aspx NOMIS-Oficial Labour Market Statistics]\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n==Liga\u00e7\u00f5es externas== \n*{{en}} [http://www.gloucestershire.gov.uk/extra/article/107745/Full-list-of-parishes-within-Cotswold Lista das par\u00f3quias em Gloucestershire.gov.uk] \n\n{{esbo\u00e7o-geoen}}\n\n[[Categoria:Par\u00f3quias civis de Cotswold (distrito)]]\n[[Categoria:Vilarejos de Gloucestershire]]"}]}}}}