Pigatti Contabilidade - Quem Somos
pigatti

pigatti contabilidade

 (11) 3340.6655     (11) 95636.4873     contato@pigatti.com.br      Cliente      Processos   
    
  
A PIGATTI É MAIS DO QUE UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE

Nós somos os parceiros certos para a gestão da sua empresa. Com mais de 60 anos de experiência, trabalhamos com transparência e responsabilidade para que o seu negócio seja alavancado rumo ao sucesso.
Empreender no Brasil é um grande desafio. Empresas fecham as portas todos os dias, porque o país em que vivemos não apoia o empreendedor. Ao invés disso, a burocracia aumenta e continua criando mais limitadores e impeditivos para você crescer e ter sucesso no seu negócio. Isso sem falar na carga tributária cada vez mais alta. Parece que você trabalha só para pagar impostos. Aliás, você nunca trabalhou tanto. E onde estão os resultados?

Nessa luta pela sobrevivência da sua empresa, você se sente sozinho e desamparado. Não conta com a ajuda de um dos profissionais que mais precisa nesse momento: o seu Contador, aquele que deveria lhe orientar e dizer os melhores caminhos para o seu negócio se desenvolver e enfrentar a burocracia imposta pelo governo.
Você está cansado de esperar uma resposta sobre as suas dúvidas, um atendimento que solicitou ou até mesmo uma iniciativa que ofereça algo para melhorar a sua empresa.

É exatamente por observar todas as suas dores que nós percebemos que o seu verdadeiro problema não é apenas a burocracia ou a carga tributária brasileira. Você sofre com aquilo que costumamos chamar de "síndrome dos escritórios manuseadores de documentos".

A maioria das assessorias contábeis do mercado se resume a apenas calcular a Folha de Pagamento, realizar os lançamentos e apurar os seus impostos. Muitos não têm tempo e nem conhecimento para lhe atender e entender o que realmente a sua empresa precisa: seja um enquadramento tributário adequado, um planejamento financeiro ou uma revisão no seu marketing ou gestão.

Por outro lado, quando você tem o suporte de um profissional que, além de um contador de confiança, é um verdadeiro parceiro, que lhe apoia e enxerga o seu negócio de forma profunda e detalhada, você tem à mão todas as possibilidades para superar as adversidades citadas acima e vencer o jogo.

É por isso que você precisa de um escritório que se antecipe e o oriente na gestão, administração tributária, financeira, organizacional e até no marketing da sua empresa. Sem que nenhuma dessas demandas venha sempre de você.
Então nós lhe convidamos, hoje, a ter sucesso no seu empreendimento. A não se sentir mais sozinho. A ter alguém ao seu lado que ajude nas tomadas de decisão. Nós lhe convidamos a ter uma empresa saudável e a vencer o verdadeiro jogo empresarial.
VALORES

• Verdade
Valorizamos a verdade acima de tudo;

• Compartilhar
Priorizamos compartilhar experiências e vivências com nossos clientes, para que todos sejamos melhores na gestão dos nossos negócios;

• Ética
Tudo o que fazemos no nosso dia a dia está alicerçado na transparência, ética e responsabilidade;

• Paixão
Nosso principal combustível é o amor pelo que fazemos;

• Empatia
Nos colocamos no lugar dos clientes em todos os processos de atendimento;

• Responsabilidade
Somos responsáveis pelas nossas ações.

pigatti

1958 - FUNDAÇÃO - Rolando Pigatti fundou o Escritório de Contabilidade Rolando Pigatti
Em 19 de junho de 1958, Rolando Pigatti fundou o Escritório de Contabilidade Rolando Pigatti, na cidade de São Paulo. À época, a empresa já contava com uma qualificação inestimável: a experiência de seu precursor como responsável por toda a contabilidade da Camargo Correa.

1970 - COOPERAÇÃO
Mais tarde, na década de 1970, a companhia ESCORP passou a operar em nova sede localizada no bairro do Cambuci. E com a entrada de um novo sócio, Walter Rolando Pigatti, o escritório passou também a ter uma nova identidade: a Pigatti Contabilidade.

2018 - INOVAÇÃO
Após mais de 60 anos de história, em agosto de 2018, a Pigatti Contabilidade incorporou o Espaço Contábil, acompanhando os rumos do mundo contemporâneo. Um mundo onde a união, a troca e o compartilhamento são essenciais para a longevidade de uma empresa.

2020 – TRANSFORMAÇÃO
Assim, em 2020 nós damos início a uma nova etapa. Como Pigatti Negócios, integramos dois segmentos que se complementam: a Contabilidade e a Consultoria. Sabendo que as necessidades dos clientes não se limitam à burocracia, mas precisam de soluções completas na gestão de seus negócios, começamos a operar focados nas empresas como um todo. Afinal, nós somos e sempre seremos mais do que um escritório de contabilidade!
A marca gráfica da Pigatti foi criada com base nos conceitos de confiança e evolução. Um escritório de contabilidade precisa ser confiável para administrar as finanças e burocracias de seus clientes, além de fazer com que os processos de trabalho sejam sempre atualizados e inovadores, caminhando assim rumo ao sucesso.

Dessa maneira, o símbolo é a tradução gráfica desses dois conceitos. As três moedas estilizadas representam os lucros e, quando colocadas uma sobre a outra, passam a sensação de evolução e crescimento. O quadrado ao redor oferece sustentação de todos os lados, assim esse crescimento ocorre de maneira planejada e prevista. Para que a marca se tornasse mais amigável e humana, a cor rosa claro foi utilizada em contraste com o azul escuro, que remete à confiança e racionalidade.

pigatti
A nossa equipe tem papel fundamental no compromisso com a qualidade dos nossos serviços.
Por isso, fazemos questão de você conheça cada profissional por trás da Pigatti.



DIRETORIA
Diretor Executivo
Diretor Operacional
Diretor Administrativo
Diretor Comercial e Marketing
Gerente Geral


PESSOAL
Consultor Departamento Pessoal
Gerente Departamento Pessoal
Analista Departamento Pessoal
Assistente Departamento Pessoal
Assitente Departamento Pessoal


MARKETING
Consultor de Marketing
Diretor de Artes
Design
Analista de Planejamento
Analista de Mídias Sociais


FISCAL E TRIBUTÁRIO
Consultor Fiscal e Tributário
Gerente DP Fiscal
Analista Fiscal e Tributário
Assistente Fiscal e Tributário


SOCIETÁRIO LEGAL
Consultor Societário Legal
Consultor Jurídico
Advogado
Assistente Societário Legal


TECNOLOGIA
Programador e Métricas

COMERCIAL/QUALIDADE
Analista de Qualidade


CONTÁBIL
Consultor Contábil
Gerente Departamento
Analista Contábil
Assistente Contábil


FINANCEIRO E ADMINISTRATIVO
Consultor Financeiro
Analista Financeiro
Assistente Financeiro


GESTÃO DE TAREFAS E PROJETOS
Analista de Projetos
{"continue":{"imcontinue":"2742999|Camponotus_fellah_MHNT.jpg","grncontinue":"0.198947058475|0.198947058475|0|0","continue":"grncontinue||revisions"},"warnings":{"main":{"*":"Subscribe to the mediawiki-api-announce mailing list at for notice of API deprecations and breaking changes. Use [[Special:ApiFeatureUsage]] to see usage of deprecated features by your application."},"revisions":{"*":"Because \"rvslots\" was not specified, a legacy format has been used for the output. This format is deprecated, and in the future the new format will always be used."}},"query":{"pages":{"6068670":{"pageid":6068670,"ns":0,"title":"Henri Moscovici","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Biografia/Wikidata}}\n'''Henri Moscovici''' ([[Tecuci]], {{dtlink|5|5|1944}}) \u00e9 um [[matem\u00e1tico]] [[Romenos|romeno]]-[[Povo dos Estados Unidos|estadunidense]].Annual Report, Institute of Advanced Studies, 1980\n\nMoscovici graduou-se em 1966 e obteve um [[doutorado]] em 1971 na [[Universidade de Bucareste]], orientado por [[Gheorghe Vr\u00e2nceanu]].{{MathGenealogy|id=11648}} De 1966 a 1971 foi assistente no Instituto Polit\u00e9cnico de Bucareste. De 1978 a 1980 esteve no [[Instituto de Estudos Avan\u00e7ados de Princeton]]. \u00c9 desde 1980 professor da c\u00e1tedra Alice Wood de matem\u00e1tica da [[Universidade Estadual de Ohio]].\n\nFoi [[Lista de palestrantes do Congresso Internacional de Matem\u00e1ticos|palestrante do Congresso Internacional de Matem\u00e1ticos]] em [[Quioto]] (1990: ''Cyclic cohomology and invariants of multiply connected manifolds'').\n\n\u00c9 [[fellow]] da [[American Mathematical Society]].\n\n{{Refer\u00eancias}}\n\n{{Controle de autoridade}}\n\n{{DEFAULTSORT:Moscovici, Henri}}\n[[Categoria:Membros da American Mathematical Society]]\n[[Categoria:Professores da Universidade Estadual de Ohio]]\n[[Categoria:Matem\u00e1ticos da Rom\u00eania do s\u00e9culo XX]]"}]},"4894248":{"pageid":4894248,"ns":0,"title":"Matteo Maria Zuppi","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Prelado da Igreja Cat\u00f3lica \n |type = cardeal\n |nome = Matteo Maria Zuppi\n |fun\u00e7\u00e3o = [[Arcebispo]] de [[Arquidiocese de Bolonha|Bolonha]]\n |imagem = Matteo Zuppi 2019.jpg\n |tamanho = 200px\n\n |diocese = [[Arquidiocese de Bolonha]]\n |nomea\u00e7\u00e3o = {{dtlink|27|10|2015}}\n |entrada = {{dtlink|12|12|2015}}\n |predecessor = [[Carlo Caffarra|Dom Carlo ''Cardeal'' Caffarra]]\n |sucessor = \n |mandato = {{dtlink|||2015}} - \n\n |padre_data = {{dtlink|9|5|1981}} \n |padre_ord = [[Renato Spallanzani|Dom Renato Spallanzani]]\n |bispo_nom = {{dtlink|31|1|2012}}\n |bispo_data = {{dtlink|14|4|2012}} \n |bispo_ord = [[Agostino Vallini|Dom Agostino ''Cardeal'' Vallini]]\n |bispo_bras\u00e3o = Matteo Maria Zuppi - stemma.svg\n |arcebispo_nom = {{dtlink|27|10|2015}} \n |arcebispo_bras\u00e3o = Coat of arms of Matteo Maria Zuppi.svg\n\n |cardeal_data = {{dtlink|5|10|2019}}\n |cardeal_ord = [[Papa Francisco]]\n |cardeal_rank = [[Cardeal-presb\u00edtero]]\n |cardeal_t\u00edtulo = [[Santo Eg\u00eddio (t\u00edtulo cardinal\u00edcio)|Santo Eg\u00eddio]]\n |cardeal_lema = GAUDIUM DOMINI FORTITUDO VESTRA\n |cardeal_bras\u00e3o = Coat of arms of Matteo Maria Zuppi (cardinal).svg\n\n |nascimento_local = [[Roma]]\n |nascimento_data = {{dni|11|10|1955|lang=br}}\n |morte_local =\n |morte_data =\n |nacionalidade = {{ITAn|o}}\n |exercidas = -[[Bispo auxiliar]] de [[Diocese de Roma|Roma]] {{small|(2012-2015)}}\n |ch = zuppi\n}}\n\n'''Dom Matteo Maria Zuppi''' ([[Roma]], [[11 de outubro]] [[1955]]) \u00e9 um padre [[catolicismo|cat\u00f3lico]] [[it\u00e1lia|italiano]] da [[comunidade de Santo Eg\u00eddio]] {{citar web|URL=http://www.repubblica.it/solidarieta/volontariato/2010/10/14/news/sant_egidio_la_piccola_onu_romana_ultima_spiaggia_di_tante_crisi-8032222/|t\u00edtulo=Sant'Egidio, la piccola Onu romana ultima spiaggia di tante crisi|autor=Daniele Mastrogiacomo|data=14 de outubro de 2010|publicado= repubblica.it|acessodata=28 de outubro de 2015}}, e, desde [[27 de outubro]] [[2015]], [[arcebispo]] da [[arquidiocese de Bolonha]].\n\nEm [[1 de setembro]] de [[2019]], o [[Papa Francisco]] que torn\u00e1-lo-\u00e1 [[cardeal]] em [[5 de outubro]] de [[2019]].{{citar comunicado de imprensa | accessodata = 1-9-2019 | data= 1-9-2019 | idioma = it | t\u00edtulo = Annuncio di Concistoro il 5 ottobre per la creazione di nuovi Cardinali, 01.09.2019| editora = [[Sala de Imprensa da Santa S\u00e9]] | url = http://press.vatican.va/content/salastampa/it/bollettino/pubblico/2019/09/01/0650/01348.html}}\n\n== Biografia ==\nZuppi nasceu em [[11 de outubro]] de [[1955]], em [[Roma]]. Estudou no semin\u00e1rio de [[Palestrina]] e graduou-se em Teologia pela [[Pontif\u00edcia Universidade Lateranense]] em Roma. Alcan\u00e7ou o doutorado pela [[Universidade de Roma \"La Sapienza\"|Universidade \"La Sapienza\"]] de Roma, escrevendo sua tese sobre a hist\u00f3ria da Cristandade.\n\nFoi ordenado presb\u00edtero em [[9 de maio]] de [[1981]].\n\nTrabalhou com a comunidade com a [[Comunidade de Santo Eg\u00eddio]], uma associa\u00e7\u00e3o leiga cat\u00f3lica devotada ao [[ecumenismo]] e \u00e0 resolu\u00e7\u00e3o de conflitos.{{citar web|url=http://www.repubblica.it/solidarieta/volontariato/2010/10/14/news/sant_egidio_la_piccola_onu_romana_ultima_spiaggia_di_tante_crisi-8032222/ |t\u00edtulo=Sant'Egidio, la piccola Onu romana ultima spiaggia di tante crisi|publicado=La Repubblica |nome=Daniele |sobrenome=Mastrogiacomo|data=14-10-2010|accessodata=18-4-2012}} Participou, com diversos colegas, de negocia\u00e7\u00f5es que ajudaram a p\u00f4r fim \u00e0 [[guerra civil]] em [[Mo\u00e7ambique]] em [[1992]]{{citar peri\u00f3dico|primeiro=Eric |\u00faltimo=Morier-Genoud|t\u00edtulo=Sant'Egidio et la paix. Interviews de Don Matteo Zuppi & Ricardo Cannelli|peri\u00f3dico=Le Fait Missionnaire - Social sciences & missions|n\u00famero=13|data=outubro de 2013|p\u00e1ginas=119\u2013145|url=https://qub.academia.edu/EricMorierGenoud/Papers/745711/SANT_EGIDIO_LA_MEDIATION_and_LA_PAIX._INterview_de_Don_Matteo_ZUPPI_and_Ricardo_CANNELLI}} e foi feito cidad\u00e3o honor\u00e1rio daquele pa\u00eds.{{citar jornal|\u00faltimo1=Allen Jr.|primeiro1=John L.|t\u00edtulo=Francis' Pastoral Revolution rolls on with two big picks in Italy|url=http://www.cruxnow.com/church/2015/10/27/francis-pastoral-revolution-rolls-on-with-two-big-picks-in-italy/|accessodata=27-10-2015|jornal=Crux|data=27-10-2015|idioma=en}}\n\nEm [[31 de janeiro]] de [[2012]], o [[Papa Bento XVI]] nomeou-o [[bispo-auxiliar]] da [[Diocese de Roma]], investindo-o com a [[s\u00e9 titular]] de ''Vila Nova''. Foi ordenado bispo em [[14 de abril]] de [[2012]] pelo cardeal [[Agostino Vallini]], [[cardeal-vig\u00e1rio|vig\u00e1rio-geral da Diocese de Roma]]. Era o auxiliar respons\u00e1vel pelo centro da cidade, inclusive o bairro de Trastevere, onde est\u00e1 a sede da Comunidade de Santo Eg\u00eddio. Ali ele liderou esfor\u00e7os para melhorar o cuidado para com os pobres e com os idosos e programas de extens\u00e3o para adictos em drogas e [[cigano]]s. Tamb\u00e9m estabeleceu rela\u00e7\u00f5es com os tradicionalistas e celebrou uma [[missa#tipos de missa|missa pontifical]] segundo o [[rito tridentino]].{{citar web|idioma=it | t\u00edtulo=Pontificale di mons. Matteo M. Zuppi alla chiesa di Ges\u00f9 e Maria a Roma|url= http://www.unavoceitalia.org/wordpress/2014/06/11/pontificale-di-mons-matteo-m-zuppi-alla-chiesa-di-gesu-maria-roma/|accessodata=22-5-2018|website=Une voce Italia}}\n\nO [[Papa Francisco]] elegeu-o [[arcebispo]] de [[Arquidiocese de Bolonha|Bolonha]] em [[27 de outubro]] de [[2015]].{{citar comunicado de imprensa |url=http://press.vatican.va/content/salastampa/it/bollettino/pubblico/2015/10/27/0827/01841.html#bo|t\u00edtulo=Rinuncia dell'arcivescovo metropolita di Bologna (Italia) e nomina del successore| idioma=it |editora=Sala de Imprensa da Santa S\u00e9|accessodata=27-10-2015}}\n\nEm maio de 2018, ele contribuiu com um [[ensaio]] para a tradu\u00e7\u00e3o italiana do livro ''Building a Bridge'', ''Un ponte da construire'', do Pe. [[James Martin]], [[SJ]]. Ele escreveu que foi \"\u00fatil para encorajar o di\u00e1logo, assim como compreens\u00e3o e conhecimento rec\u00edprocos, em vista de uma nova atitude pastoral que devemos procurar junto com nossos irm\u00e3os e irm\u00e3s LGBT\" e que isso \"ajudar\u00e1 os cat\u00f3licos LGBT a sentirem-se em casa onde, afinal, \u00e9 a igreja deles\".{{citar jornal|\u00faltimo1=Zuppi|primeiro1=Matteo|t\u00edtulo=Italian archbishop endorses a \u2018new pastoral attitude\u2019 for L.G.B.T Catholics|url=https://www.americamagazine.org/faith/2018/05/21/italian-archbishop-endorses-new-pastoral-attitude-lgbt-catholics|accessodata=22-5-2018|jornal=[[America (magazine)|America]]|data=21-5-2018}}{{citar jornal|\u00faltimo1=Zuppi|primeiro1=Matteo|t\u00edtulo=Zuppi. Chiesa e persone Lgbt sul ponte dell'incontro|url=https://www.avvenire.it/chiesa/pagine/chiesa-e-persone-lgbt-sul-ponte-dellincontro|accessodata=22-5-2018|jornal=Avvenire|data=20-5-2018 |idioma=it}}\n\nEm setembro de 2019, o Papa Francisco anunciou que planeja criar Zuppi cardeal em 5 de outubro de 2019; \u00e9 a primeira vez que Francisco escolhe o l\u00edder de uma diocese italiana tradicionalmente dirigida por um cardeal a esse posto.{{cn|data=setembro de 2019}}\n\n== Publica\u00e7\u00f5es ==\n\n* Matteo Maria Zuppi: ''La Confessione, il perdono per cambiare'', [[Cinisello Balsamo]], Edizioni San Paolo, [[2010]] ISBN 978-88-215-6821-3.\n* Matteo Maria Zuppi: ''Guarire le malattie del cuore: itinerario quaresimale'', [[Cinisello Balsamo]], Edizioni San Paolo, [[2013]], ISBN 978-88-215-7649-2.\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n\n* [http://www.bologna.chiesacattolica.it La Chiesa di Bologna] Portal da Arquidiocese de Bolonha (em italiano)\n* [http://www.catholic-hierarchy.org/bishop/bzuppi.html Archbishop Matteo Maria Zuppi] Catholic hierarchy (em ingl\u00eas)\n\n{{come\u00e7a caixa}}\n{{caixa de sucess\u00e3o\n|t\u00edtulo = [[Imagem:Coat_of_arms_of_Matteo_Maria_Zuppi.svg|60px]]
[[Arcebispo]] de [[Arquidiocese de Bolonha|Bolonha]]\n|anos = [[27 de outubro]] de [[2015]] \u2014 atualidade\n|antes = [[Carlo Caffarra|Carlo ''Cardeal'' Caffarra]]\n|depois = incumbente\n}}\n{{Caixa de sucess\u00e3o\n|t\u00edtulo = [[File:Coat of arms of Matteo Maria Zuppi (cardinal).svg|40px|Cardeal]]
[[Cardeal-presb\u00edtero]] de
[[Santo Eg\u00eddio (t\u00edtulo cardinal\u00edcio)|Santo Eg\u00eddio]]\n|anos = [[2019]] \u2014 atualidade\n|antes = cria\u00e7\u00e3o t\u00edtulo\n|depois = incumbente\n}}\n{{termina caixa}}\n\n{{esbo\u00e7o-bispo}}\n\n[[Categoria:Pessoas vivas]]\n[[Categoria:Naturais de Roma]]\n[[Categoria:Bispos e arcebispos de Bolonha]]\n[[Categoria:Cardeais nomeados pelo papa Francisco]]\n[[Categoria:Alunos da Pontif\u00edcia Universidade Lateranense]]"}]},"3245717":{"pageid":3245717,"ns":0,"title":"David Winn","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Sem fontes|data=julho de 2020}}\n== Carreira ==\n\nDavid Winn trabalhou como animador nas s\u00e9ries [[Os Padrinhos M\u00e1gicos]], [[Leapfrog]] e muitas outras s\u00e9ries animadas e jogos.\n\nDavid Winn foi no lugar de [[Rhode Montijo]] para dublar as vozes de [[Lumpy]] e [[Splendid]] no Happy Tree Friends em [[2004]].\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n\n*[http://www.imdb.com/name/nm1745882/ David Winn] no [[Internet Movie Database]]\n*[https://web.archive.org/web/20110714183432/http://nineteenseventyseven.com/David%20Winn.swf Website oficial]\n\n\n{{esbo\u00e7o}}\n\n[[Categoria:Animadores dos Estados Unidos]]\n[[Categoria:Animadores]]"}]},"3720386":{"pageid":3720386,"ns":0,"title":"NGC 6031","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Aglomerado\n| nome = NGC 6031\n| imagem =\n| legenda =\n| descoberto = [[James Dunlop]]\n| dataDM =\n| dataano = 1826\n| constelacao = [[Norma (constela\u00e7\u00e3o)|Norma]]\n| tipo = [[aglomerado aberto]] I 3 p\n| asc = 16h 07m 35.0s\n| decl = -54\u00b0 00' 54\"\n{{Citar web\n | t\u00edtulo=SIMBAD Astronomical Database\n | obra=Results for NGC 6031\n | url=http://simbad.u-strasbg.fr/Simbad\n | acessodata=22/07/2012\n}}\n| distanoluz = \n| distparsec = \n| magnitudeapar = 8,5\n| dimensoes = 2.0'\n| massa = \n| raio =\n| idade =\n| estrelas = \n| outrosnomes = Cr 297, ESO 178-SC009, Lund 687, Aglomerado abertoL 951\n| basemap = Norma constellation map.png\n| locator_x = \n| locator_y = \n}}\n'''NGC 6031''' \u00e9 um [[aglomerado aberto]] na dire\u00e7\u00e3o da [[Norma (constela\u00e7\u00e3o)|constela\u00e7\u00e3o de Norma]]. O objeto foi descoberto pelo astr\u00f4nomo [[James Dunlop]] em 1826, usando um [[telesc\u00f3pio]] refletor com abertura de 9 polegadas. Devido a sua moderada [[magnitude aparente]] (+8,5), \u00e9 vis\u00edvel apenas com [[telesc\u00f3pio]]s amadores ou com equipamentos superiores. \n\n== Veja tamb\u00e9m ==\n*[[Astronomia extragal\u00e1ctica]]\n*[[Lista de gal\u00e1xias]]\n*[[Lista de objetos NGC]]\n\n{{Refer\u00eancias}}\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n{{NGCLinks|6031}}\n\n{{esbo\u00e7o-NGC}}\n\n{{NavNGC|6031}}\n\n[[Categoria:Objetos listados no Novo Cat\u00e1logo Geral|6031]]\n[[Categoria:Aglomerados estelares abertos]]\n[[Categoria:Constela\u00e7\u00e3o de Norma]]"}]},"2742999":{"pageid":2742999,"ns":0,"title":"Iridomyrmex goepperti","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Sem fontes|data=agosto de 2020}}\n{{Info/Taxonomia\n|cor = pink\n|nome = ''Iridomyrmex goepperti''\n|imagem =\n|imagem_legenda =\n|estado =\n|reino = [[Animalia]]\n|filo = [[Arthropoda]]\n|classe = [[Insecta]]\n|superordem = [[Endopterygota]]\n|ordem = [[Hymenoptera]]\n|subordem = [[Apocrita]]\n|superfam\u00edlia = [[Vespoidea]]\n|fam\u00edlia = [[Formicidae]]\n|subfam\u00edlia = [[Dolichoderinae]]\n|g\u00e9nero = ''[[Iridomyrmex]]''\n|esp\u00e9cie = '''''Iridomyrmex goepperti'''''\n|binomial = ''Iridomyrmex goepperti''\n|binomial_autoridade =\n|sin\u00f3nimos =\n}}\n'''''Iridomyrmex goepperti''''' \u00e9 uma esp\u00e9cie de [[formiga]] do g\u00eanero ''[[Iridomyrmex]]''.\n\n\n== Refer\u00eancias ==\n\n\n{{Esbo\u00e7o-formiga}}\n{{Taxonbar}}\n\n[[Categoria:Dolichoderinae]]"}]},"305543":{"pageid":305543,"ns":0,"title":"M\u00e1quina Z","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"A '''''Z machine''''' (em [[l\u00edngua portuguesa|portugu\u00eas]]: ''M\u00e1quina Z'') \u00e9 o maior gerador de [[raios X]] do mundo, concebido para testar o comportamento dos [[material|materiais]] em altas [[temperatura]]s e [[press\u00e3o]]. \u00c9 operada pelos laborat\u00f3rios ''[[Sandia National Laboratories]]'' para a pesquisa e simula\u00e7\u00e3o de [[bomba at\u00f3mica|armas nucleares]].\n\nO funcionamento da m\u00e1quina passa pela liberta\u00e7\u00e3o de um impulso [[electricidade|el\u00e9ctrico]] e o seu [[campo magn\u00e9tico]] associado. A energia resultante da descarga dos 20 milh\u00f5es de [[amp\u00e9re|ampere]]s vaporiza uma camada fina de fios de [[tungst\u00e9nio|tungst\u00eanio]], e um poderoso campo magn\u00e9tico destr\u00f3i o [[plasma]] envolvente. O plasma, em colapso, produz raios-X que provocam uma [[onda de choque]] contra o material em teste. A forte flutua\u00e7\u00e3o no campo magn\u00e9tico (ou \"[[impulso electromagn\u00e9tico]]\") gera tamb\u00e9m [[corrente el\u00e9ctrica|corrente]] em todos os objetos met\u00e1licos na c\u00e2mara.\n\nA ''m\u00e1quina Z'' deve o seu nome ao fato da corrente se deslocar verticalmente at\u00e9 ao alvo, o que \u00e9 convencionalmente designado como o eixo ''z'' (''x'' e ''y'' s\u00e3o tipicamente horizontais).\n\nFoi concebida originalmente para produzir 50 [[terawatt]]s de pot\u00eancia num \u00fanico impulso, embora os avan\u00e7os tecnol\u00f3gicos tenham permitido aument\u00e1-la para 290 terawatts, habilitando a m\u00e1quina ao estudo da [[fus\u00e3o nuclear]]. A ''Z'' liberta pot\u00eancia el\u00e9ctrica 80 vezes superior ao consumo mundial de eletricidade, isto durante alguns trilion\u00e9simos de segundo. Note-se que, no entanto, apenas uma pequena por\u00e7\u00e3o de eletricidade \u00e9 consumida durante cada teste (sensivelmente igual ao consumo de 100 casas durante dois minutos). Antes do disparo, \u00e9 necess\u00e1rio recarregar (lentamente) alguns [[gerador Marx|geradores Marx]].\n\nOs laborat\u00f3rios Sandia anunciaram a fus\u00e3o de [[deut\u00e9rio]] na ''m\u00e1quina Z'' a [[7 de Abril]] de [[2003]]. Entretanto, foi disponibilizado um or\u00e7amento de 60 milh\u00f5es de d\u00f3lares em [[2004]] que ir\u00e1 aumentar a pot\u00eancia de sa\u00edda para 350 terawatts. A sa\u00edda de [[raios-X]] ir\u00e1 rondar os 2,7 [[megajoule]]s.\n\nAtualmente, a ''m\u00e1quina Z'' permite desloca\u00e7\u00e3o de pequenas placas a 34 quil\u00f4metros por segundo, ou seja, mais r\u00e1pido que os 30 quil\u00f4metros por segundo da velocidade com que a [[Terra]] viaja na sua \u00f3rbita ao redor do [[Sol]], e tr\u00eas vezes mais r\u00e1pido que a sua [[velocidade de escape]].\n\nEm [[2006]], a ''m\u00e1quina Z'' produziu plasmas com temperaturas al\u00e9m dos 2 [[Gigakelvin|GK]] (109 K) ou 3,6 bili\u00f5es de [[Fahrenheit|\u00b0F]]. Os cientistas do projeto estavam pouco convencidos dos resultados e, ap\u00f3s quatorze meses de [[simula\u00e7\u00e3o assistida por computador]] e outros testes, conseguiram concluir que os resultados s\u00e3o, de fato, v\u00e1lidos. Cr\u00ea-se que os plasmas de elevadas temperaturas foram conseguidos utilizando uma combina\u00e7\u00e3o de fios de [[a\u00e7o]] em vez dos normais de [[tungst\u00e9nio|tungst\u00eanio]].\n\n==Ver tamb\u00e9m==\n* [[Sandia National Laboratories]]\n\n==Liga\u00e7\u00f5es externas==\n* {{Link|en|http://zpinch.sandia.gov/|Homepage do ''Zpinch''}}\n* {{Link|en|http://observer.guardian.co.uk/life/story/0,6903,416412,00.html|Artigo do Observer: ''A machine called Z''}}\n* {{Link|en|http://www.livescience.com/technology/060308_sandia_z.html|Artigo na LiveScience: ''Record Set for Hottest Temperature on Earth: 3.6 Billion Degrees in Lab''}}\n\n{{DEFAULTSORT:Maquina Z}}\n[[Categoria:F\u00edsica nuclear]]"}]},"1417340":{"pageid":1417340,"ns":0,"title":"Lewiston Woodville","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Localidade dos EUA|\n|nome = Lewiston Woodville\n|imagem = \n|imagem_legenda = \n|estado = Carolina do Norte\n|condado = [[Condado de Bertie (Carolina do Norte)|Condado de Bertie]]\n|popula\u00e7\u00e3o = 584\n|data_pop = 2006\n|\u00e1rea = 5.1\n|\u00e1rea_\u00e1gua = 0.0\n|latG = 36\n|latM = 7\n|latS = 8\n|latP = N\n|lonG = 77\n|lonM = 10\n|lonS = 56\n|lonP = W\n|coord_t\u00edtulo = s\n|altitude = 11\n|c\u00f3digoFIPS = 38030\n|tipo = cidade \n|mapa_detalhado = \n|data_funda\u00e7\u00e3o = \n|incorpora\u00e7\u00e3o = \n|web = \n}}\n\n'''Lewiston Woodville''' \u00e9 uma cidade localizada no [[Estados dos Estados Unidos da Am\u00e9rica|estado]] [[Estados Unidos da Am\u00e9rica|norte-americano]] de [[Carolina do Norte]], no [[Condado de Bertie (Carolina do Norte)|Condado de Bertie]].\n\n== Demografia ==\nSegundo o [[Censo demogr\u00e1fico|censo]] norte-americano de [[2000]], a sua [[popula\u00e7\u00e3o]] era de 613 [[habitante]]s.{{Citar web |url=http://www.census.gov/Press-Release/www/2001/sumfile1.html# |titulo=U.S. Census Bureau. Census 2000 Summary File 1 |acessodata=31 de outubro de 2007 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20100111104338/http://www.census.gov/Press-Release/www/2001/sumfile1.html# |arquivodata=11 de janeiro de 2010 |urlmorta=yes }}\nEm [[2006]], foi estimada uma popula\u00e7\u00e3o de 584,[http://www.census.gov/popest/datasets.html U.S. Census Bureau. Estimativa da popula\u00e7\u00e3o (julho de 2006)] um decr\u00e9scimo de 29 (-4.7%).\n\n== Geografia ==\nDe acordo com o '''[[United States Census Bureau]]''' tem uma [[\u00e1rea]] de\n5,1 [[km\u00b2]], dos quais 5,1 km\u00b2 cobertos por terra e 0,0 km\u00b2 cobertos por [[\u00e1gua]]. Lewiston Woodville localiza-se a aproximadamente 11[http://geonames.usgs.gov/domestic/download_data.htm U.S. Board on Geographic Names. Topical Gazetteers Populated Places. Gr\u00e1ficos do banco de dados de altitudes dos Estados Unidos da Am\u00e9rica] m acima do [[N\u00edvel m\u00e9dio das \u00e1guas do mar|n\u00edvel do mar]].\n\n== Localidades na vizinhan\u00e7a ==\nO diagrama seguinte representa as [[localidade]]s num [[raio]] de 20 km ao redor de Lewiston Woodville.\n
\n[[Ficheiro:Blank map.svg|400px|left|Localidades na vizinhan\u00e7a]]\n{{Image label|x=0.5|y=0.5|scale=400|text=[[Ficheiro:Map pointer black.svg|20px|Lewiston Woodville]]'''Lewiston Woodville'''}}\n{{Image label|x=0.643|y=0.226|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|8px|Localidade com 888 habitantes (2000).]] [[Aulander (Carolina do Norte)|Aulander]] (14 km)}}\n{{Image label|x=0.449|y=0.938|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|8px|Localidade com 516 habitantes (2000).]] [[Hamilton (Carolina do Norte)|Hamilton]] (20 km)}}\n{{Image label|x=0.421|y=0.345|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|6px|Localidade com 245 habitantes (2000).]] [[Kelford (Carolina do Norte)|Kelford]] (8 km)}}\n{{Image label|x=0.294|y=0.115|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|8px|Localidade com 931 habitantes (2000).]] [[Rich Square (Carolina do Norte)|Rich Square]] (19 km)}}\n{{Image label|x=0.388|y=0.291|scale=400|text=[[Ficheiro:Small-city-symbol.svg|6px|Localidade com 263 habitantes (2000).]] [[Roxobel (Carolina do Norte)|Roxobel]] (11 km)}}\n

\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n== Liga\u00e7\u00f5es externas ==\n* {{City-data|Lewiston-Woodville|North-Carolina}}\n\n[[Categoria:Cidades da Carolina do Norte]]"}],"images":[{"ns":6,"title":"Ficheiro:Blank map.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Crystal Clear app demo.png"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Disc Plain red (edge).svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of North Carolina.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Flag of the United States.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Map pointer black.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Portal.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Small-city-symbol.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:USA North Carolina location map.svg"},{"ns":6,"title":"Ficheiro:Usa edcp location map.svg"}]},"1832500":{"pageid":1832500,"ns":0,"title":"Kinhin","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"O '''Kinhin''' \u00e9 uma forma de [[medita\u00e7\u00e3o]] realizada em movimento S. Suzuki. Mente Zen, Mente de Principiante. 2004. Editora Palas Atena, geralmente uma caminhada onde os passos seguem o ritmo da respira\u00e7\u00e3o. Pode ser feita em c\u00edrculos em um ambiente fechado ou de forma mais ampla em ambiente aberto.\n\nNo [[budismo]] meditar \u00e9 um conceito diferente se comparado ao [[cristianismo]] ou [[islamismo]]. Medita\u00e7\u00e3o \u00e9 esvaziar a mente, n\u00e3o pensar em nada, exaurir-se de si, existir por completo e somente isto. Desta maneira, para meditar n\u00e3o \u00e9 necess\u00e1rio sentar-se como no [[zazen]], \u00e9 poss\u00edvel atingir este estado caminhando como no Kinhin.\n\n==Par\u00e1bolas Budistas para Compreender o Kinhin==\n\nUm d\u00edscipulo meditava sentado do lado de fora do templo durante uma manh\u00e3 de outono. Seu mestre aproximou-se dele e perguntou:\n\nO que est\u00e1 fazendo a\u00ed sentado?\n\nMeditando, Mestre. Enquanto medito torno-me um Buda...\n\nE para onde Buda vai quando voc\u00ea se levanta?\n\n{{refer\u00eancias}}\n\n[[Categoria:Medita\u00e7\u00e3o]]"}]},"3510816":{"pageid":3510816,"ns":0,"title":"Classe Almirante Brown","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Classe de navio\n|nome = Classe ''Almirante Brown''\n|imagem = Meko360.jpg\n|descr = Os contratorpedeiros ''Hero\u00edna'' e ''Sarand\u00ed''.\n|bandeira = Flag of Argentina.svg\n|encomenda = \n|construtor = [[Blohm + Voss]]\n|custo = \n|lan\u00e7amento = \n|period_constru = \n|unidade inic = [[ARA Almirante Brown (D-10)|''Almirante Brown'']]\n|unidade fin = [[ARA Sarand\u00ed (D-13)|''Sarand\u00ed'' ]]\n|servi\u00e7o = [[1983]] - presente\n|utilizadores = [[Armada Argentina]]\n|planejados = \n|Construidos = 4\n|Ativos = 4\n|tipo = [[Contratorpedeiro]]\n|deslocamento = {{converter|3360|t|lb|o=l}}\n|comprimento = {{converter|126|m|ft|o=l}}\n|boca = {{converter|14|m|ft|o=l}}\n|calado = {{converter|5.8|m|ft|o=l}}\n|propuls\u00e3o = 4 x turbinas a g\u00e1s combinadas
{{converter|36000|hp|kW|o=l}}\n|velocidade = {{converter|30.5|kn|km/h|o=l}}\n|alcance = {{converter|4500|mn|km|o=l}}\n|profundidade = \n|armamento = 8 x lan\u00e7adores [[Exocet]]
24 x m\u00edsseis [[Aspide]] terra-ar
1 x arma de proposito duplo de {{converter|1.5|in|mm|o=l}}
8 x armas anti-a\u00e9reas
6 x tubos lan\u00e7adores de [[torpedo]]s\n|sensores = \n|aeronaves = 1 helic\u00f3ptero\n|equipamentos = \n|tripula\u00e7\u00e3o = 224\n|passageiros = \n|carga = \n|notas = \n}}\n\nA '''Classe ''Almirante Brown''''' (tipo MEKO 360H2) \u00e9 uma [[Classe (navio)|classe]] de navios de guerra do tipo [[contratorpedeiro]]s construidos para a [[Armada Argentina|Marinha de Guerra]] da [[Argentina]] e comissionados para esta mesma entre 1983 e 1984, estando no servi\u00e7o ativo desde ent\u00e3o.\n\nEm 2005, a embarca\u00e7\u00e3o [[ARA Sarand\u00ed (D-13)|ARA ''Sarand\u00ed'']] se tornou o [[navio almirante]] da Frota argentina.''Guia de los buques de la Armada Argentina 2005-2006''. Ignacio Amendolara Bourdette, ISBN 987-43-9400-5, Editor n/a.\n\n== Navios na classe ==\n{| class=\"wikitable\" style=\"font-size:90%; text-align:center;\"\n! style=\"background-color:navy; width:70px;\"|[[N\u00famero de amura|N\u00famero de amura]] !!style=\"background-color:navy;\"|Nome !!style=\"background-color:navy;\"|Estaleiro !! style=\"background-color:navy;\"|Batimento de quilha !! style=\"background-color:navy;\"|Lan\u00e7amento !! style=\"background-color:navy;\"| Situa\u00e7\u00e3o\n|-\n| '''D-10'''\n| '''[[ARA Almirante Brown (D-10)|''Almirante Brown'']]'''\n|rowspan=\"4\"|[[Blohm + Voss]]\n| {{dtlink|8|9|1980}}\n| {{dtlink|28|3|1981}}\n|rowspan=\"4\"|Todos em atividade\n|-\n| '''D-11'''\n| '''[[ARA La Argentina (D-11)|''La Argentina'']]'''\n| -\n| {{dtlink|25|9|1981}}\n|-\n| '''D-12'''\n| '''[[ARA Hero\u00edna (D-12)|''Hero\u00edna'']]'''\n| -\n| {{dtlink|17|2|1982}}\n|-\n| '''D-13'''\n| '''[[ARA Sarand\u00ed (D-13)|''Sarand\u00ed'']]'''\n| {{dtlink|9|3|1982}}\n| {{dtlink|31|8|1982}}\n|}\n\n{{Refer\u00eancias}}\n\n==Liga\u00e7\u00f5es externas==\n* {{Link|en|2=http://www.hazegray.org/worldnav/americas/argent.htm|3= World Navies Today: Argentina.}}\n\n{{Commonscat|Almirante Brown class destroyers}}\n{{Classe Almirante Brown}}\n\n{{DEFAULTSORT:Almirante Brown}}\n[[Categoria:Classes de contratorpedeiros]]\n[[Categoria:Contratorpedeiros da Marinha da Argentina]]\n[[Categoria:Classe Almirante Brown]]"}]},"6323753":{"pageid":6323753,"ns":0,"title":"Ibne Juzai","revisions":[{"contentformat":"text/x-wiki","contentmodel":"wikitext","*":"{{Info/Biografia\n |nome = Ibne Juzai\n |nascimento_data = {{dni|||1321|si}}\n |nascimento_local= [[Granada (Espanha)|Granada]], [[Reino Nac\u00e9rida]]\n |morte_data = {{morte|||1357|si}}\n |morte_local = [[Fez]], [[Imp\u00e9rio Mer\u00ednida]]\n |nacionalidade = Granadino\n |nome_pai = Abu Alcacim ibne Juzai\n |ocupa\u00e7\u00e3o = [[Poeta]] e [[Escritor]]\n |magnum_opus = ''Tu\u1e25fat an-Nu\u1e93\u1e93\u0101r f\u012b Ghar\u0101\u02beib al-Am\u1e63\u0101r wa \u02bfAj\u0101\u02beib al-Asf\u0101r''\n |religi\u00e3o = [[Isl\u00e3]]\n}}\n'''Maom\u00e9 ibne Amade ibne Juzai Alcalbi Algarnati''' ({{langx|ar|\u0645\u062d\u0645\u062f \u0627\u0628\u0646 \u0627\u062d\u0645\u062f \u0627\u0628\u0646 \u062c\u0632\u064a \u0627\u0644\u0643\u0644\u0628\u064a \u0627\u0644\u063a\u0631\u0646\u0627\u0637\u064a||''Muhammad ibn Ahmad ibn Juzayy al-Kalbi al-Gharnati''}}) foi um [[\u00c1rabes|\u00e1rabe]] [[Alandalus|andalusino]] nascido no [[Reino Nac\u00e9rida]]. Foi autor de poemas e obras de hist\u00f3ria, direito e filosofia. Ele \u00e9 geralmente conhecido como o escritor das viagens de [[Ibne Batuta]] por meio da narra\u00e7\u00e3o do explorador. Era filho de Abu Alcacim ibne Juzai (o [[paneg\u00edrico|panegirista]] de {{lknb|I\u00fa\u00e7ufe|I|de Granada}}), o qual foi morto na [[Batalha do Salado]] em 1340.F.N. V\u00e1zquez Basanta ''Abu l-Qasim Ibn Yuzayy: fuentes \u00e1rabes'', Al-Andalus Magreb: Estudios \u00e1rabes e isl\u00e1micos, ISSN 1133-8571, N\u00ba 6, 1998 , pags. 251-288 Ibne Juzai morreu em [[Fez]] em 1357, dois anos ap\u00f3s o final da reda\u00e7\u00e3o da ''Rihla'' de ibne Batuta. Em Granada, ele foi o secret\u00e1rio do soberano da dinastia [[Nac\u00e9ridas|Nac\u00e9rida]], e depois em Fez, no atual [[Marrocos]] , o do [[Imp\u00e9rio Mer\u00ednida|Mer\u00ednida]] [[Abu Inane Faris]].Paule Charles-Dominique, R\u00e9pertoire, art. Ibn Juzayy, in ''Voyageurs arabes,'' Paris, Gallimard, coll. Pl\u00e9iade, p. 1300\n\n== A ''rihla'' de ibne Batuta ==\n[[Imagem:Manuscript of Ibn Juzayy (XIV).png|miniaturadaimagem|245x245px|Manuscrito original produzido por ibne Juzai. A digitaliza\u00e7\u00e3o foi feita pela [[Biblioteca Nacional da Fran\u00e7a|Biblioteca da Fran\u00e7a]]|esquerda]]\n\nIbne Juzai escreveu \"A ''rihla'' de ibne Batuta\" ( ''Ri\u1e25lat [[ibne Batuta|Ibn Ba\u1e6d\u016b\u1e6dah]]'' ) em 1352-55. Ela chama-se originalmente: ''Tu\u1e25fat an-Nu\u1e93\u1e93\u0101r f\u012b Ghar\u0101\u02beib al-Am\u1e63\u0101r wa \u02bfAj\u0101\u02beib al-Asf\u0101r'', que pode ser traduzida como: \"Um presente para aqueles que contemplam as Maravilhas das Cidades e as Maravilhas da Viagem\". Escrito em l\u00edngua \u00e1rabe, esse documento \u00e9 mais referenciado como ''Rihla.'' Produzido em terras do [[Imp\u00e9rio Mer\u00ednida]] com aval de [[Abu Inane Faris]], lideran\u00e7a da \u00e9poca, o poeta proporcionou uma sofistica\u00e7\u00e3o liter\u00e1ria aos relatos de ibne Batuta. Esse estilo liter\u00e1rio tinha diversas fun\u00e7\u00f5es, dentre elas, informar sobre os locais distantes a chefia e entreter os leitores.{{citar peri\u00f3dico|ultimo=Silva|primeiro=Bruno Rafael V\u00e9ras de Morais e|data=2017|titulo=P\u00e9riplo do ouvir, ver e narrar: ret\u00f3rica, alteridade e representa\u00e7\u00e3o do outro na Rihla de Ibn Battuta|url=http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24292|jornal=Tese (Mestrado em Hist\u00f3ria) - Faculdade de Filosofia e Ci\u00eancias Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador.|acessodata=}} H\u00e1 de se notar que ele transceveu passagens de trabalhos anteriores, como a descri\u00e7\u00e3o de [[Medina]] da Rihla de ibne Jubair e a descri\u00e7\u00e3o da [[Palestina (regi\u00e3o)|Palestina]] por Maom\u00e9 Alabedari Alhi.Ross Dunn 'The 'Adventures of Ibn Battuta: A Muslim Traveler of the 14th Century, p. 313 Ibne Juzai, que j\u00e1 havia conhecido ibne Batuta quando o explorador estava em [[Granada (Espanha)|Granada]], possuiu tamb\u00e9m uma voz na ''rihla,'' geralmente identificada anteriormente. Ele enriqueceu o relato com poemas e com refinamentos po\u00e9ticos.\n\nAtualmente, um fragmento do manuscrito original est\u00e1 na [[Biblioteca Nacional da Fran\u00e7a]]. A entrada desse documento foi registrada em 1835 e ele prov\u00e9m da cole\u00e7\u00e3o de Jacques-Denis Delaporte.{{Citar web|titulo=Consultation|url=https://archivesetmanuscrits.bnf.fr/ark:/12148/cc302100/|obra=archivesetmanuscrits.bnf.fr|acessodata=2020-07-12}}\n\n{{Refer\u00eancias|Notas e refer\u00eancias}}\n\n== Bibliografia ==\n* Ibn Juzayy, Muhammad ibn Ahmad, [[iarchive:ibndjuzay-tasfiatalqulub|''Tasfiyat al-qulub fi al-wusul ila hadrat 'Allam al-Ghuyub / li-Ibn Juzayy al-Gharnati ; dirasat wa-tahqiq Munir al-Qadiri Bu Dashish ; taqdim Ahmad al-Tawfiq. al-Tab'ah 1.''']]' [Casablanca : s.n.], 1998 {{ISBN|9981-1951-0-3}}\n* M. Isabel Calero Secall, RULERS AND Q\u0100D\u012aS: THEIR RELATIONSHIP DURING THE NASRID KINGDOM, in: Journal Islamic Law and Society, Volume 7, Number 2 / June, 2000\n* Ibn al-Khatib, al-Ihata fi akhbar Gharnata, ed. M. Inan, 4 vols. (Cairo, 1973-77), I, 157-62;\n* Ibn al-Khatib, al-Katiba al-kamina, ed. Ihsan Abbas,(Beirut, 1983), 138-43\n* Ibn al-Khatib, al-Lamha al-badriyya fi l-dawla al-nasriyya, ed. Muhibb al-Din al-Khatib, 3rd ed. (Beirut, 1978), 116-18\n* Al-Maqqari ''Nafh al-tib min ghusn al-Andalus al-ratib'', ed. I. 'Abbas, Beirut, 1968, t. 8, pp. 40-54\n* F.Velazquez Basanta, Retrato jatibiano de Abu Bakr Ya'far Ahmad ibn Yuzayy, otro poeta y qadi al-yama'a de Granada. Anales de la Universidad de Cadiz, IX-X (1992-93), 39-51\n* Maria Arcas Campoy, Un tratado de derecho comparado: el Kit\u00e0b al-Qaw\u00e0n\u00ecn de Ibn Juzayy, pp. 49-57, In: Atti del XIII Congresso dell'Union Europ\u00e9enne d'Arabisants et d'Islamisants (Venezia 1986) foi a ele que Ibn Battuta dedicou sua vida e trabalho\n* SILVA, Bruno Rafael V\u00e9ras de Morais e. '''P\u00e9riplo do ouvir, ver e narrar''': ret\u00f3rica, alteridade e representa\u00e7\u00e3o do outro na Rihla de Ibn Battuta (1304-1377). 2017. Tese (Mestrado em Hist\u00f3ria) - Faculdade de Filosofia e Ci\u00eancias Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2015.\n*\n\n{{Portal3|Literatura|Biografias|Marrocos}}\n{{NM|1321|1357|Ibn Juzayy}}\n\n[[Categoria:Poetas do Al-Andalus]]\n[[Categoria:Poetas mu\u00e7ulmanos]]"}]}}}}